Editorial – Venham mais 20…

01_jg_232Não é fácil explicar por palavras os sentimentos que se cruzam ao fazer esta edição. Não deixa de ser igual a todas as outras no trabalho que dá, nas noites longas ao teclado, no reforço de cafés para enganar o cansaço, na cabeça a latejar de tanto escrever e corrigir textos, escolher e tratar fotos, arrumar e desarrumar conteúdos nas páginas, ver e rever as inevitáveis gralhas que teimam em escapar-se. Não deixa de ser igual a todas as outras também nas alegrias que desperta, no sentimento de (mais um) dever cumprido, nas notícias boas que nos fazem sorrir, ou nas menos boas que nos motivam a esperança de dias melhores.

Mas, mesmo sendo igual a tantas outras, é diferente. Primeiro, porque é das maiores que já fizemos, o que significa tudo o que atrás dissemos em dose reforçada. Depois, talvez porque os números “redondos” nos dão uma especial aptidão para memórias e festas, para olhar atrás e sonhar à frente. E não é todos os dias que se fazem 20 anos, como diria o guerreiro francês Jacques de Chabannes (o tal senhor de La Palice).

Assim, nesta edição celebramos a igualdade de tantas edições, surgidas com o mesmo amor e empenho nestes 20 anos, sempre com o mesmo desígnio de fazer o melhor possível para levar um jornal digno aos assinantes e leitores em geral. Mas celebramos também a diferença desta edição de 20.º aniversário. Porque é fácil começar grandes projectos, o difícil é mantê-los. A diferença, então, está em si, caro leitor, caro assinante, caro anunciante. Porque a vossa fidelidade justifica o recomeçar tudo de novo a cada mês. Porque o vosso apoio permite a garantia de meios para custear a (cada vez mais cara) produção e expedição editorial. Porque a vossa amizade nos transmite o calor que falta nas noites frias e a frescura que sabe bem nos dias mais tórridos.

Tudo isto para dizer um obrigado. A todos os que colaboram regularmente na redacção e produção de conteúdos. A todos os que ajudam a angariar verbas para esse trabalho. A todos os que aceitam o nosso pedido insistente para “fazer um anúncio” (seja sempre, ou de vez em quando). A todos os que estão envolvidos profissionalmente na produção técnica e impressão do jornal. A todos os que, por esse mundo fora, o levam até centenas e centenas de casas onde alguém o espera. A todos os que pagam regularmente a sua assinatura (e também aos mais esquecidos). E todos os que o lêem com interesse e carinho.

A todos, o nosso muito obrigado por estes 20 anos de vida!

E venham mais 20…

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *