Um ano depois…

Um ano depois… é hoje. Muita coisa aconteceu num ano. Mesmo num ano em que parece nada ter acontecido. Talvez por estarmos mais fechados, escondidos sorrisos ou lágrimas por detrás de máscaras não necessariamente feitas de tecido, tantas vezes de egoísmos ou hipocrisias, nem sempre damos conta do mundo que vive e morre durante um… Continue a ler Um ano depois…

Editorial 266: Ressurreição

Em poucas palavras, dizemos o essencial sobre esta edição: continuamos na luta!Estamos cansados, exaustos, ansiosos por voltar a fazer coisas que há muito não podemos fazer. Vamos vendo algumas luzes ao fundo do túnel, sobretudo pelo avançar da vacinação e pelo gradual desconfinamento, mas estamos longe de ter certezas. Ainda assim, por entre as boas… Continue a ler Editorial 266: Ressurreição

Editorial 265 – Fechados

O significado da imagem que escolhemos para a capa desta edição poderá não ser evidente para todos. No entanto, para os que estão em teletrabalho, alguns desde Março de 2020, ela representa o dia-a-dia a que nos habituámos para contactar colegas e amigos, programar tarefas, fazer reuniões, enfim… trabalhar em equipa. É também facilmente reconhecida… Continue a ler Editorial 265 – Fechados

Editorial 264 – Votos

No ano passado, por esta altura, começávamos a ouvir falar num certo vírus que grassava lá pela China e começava a causar mortos em cadeia. Era tudo tão longe, ainda… o Natal no mundo ocidental viveu-se na alegria de quem se habituou a dar como garantido um estilo de vida certo, livre e seguro. Certeza,… Continue a ler Editorial 264 – Votos

Editorial 263 – Rumo à prata…

Cumpre-se nesta edição mais um aniversário da fundação do Jornal da Golpilheira. Após a edição experimental (n.º 0) de Setembro de 1996 e da n.º 1, em Outubro seguinte, já lá vão 24 anos de existência ininterrupta.Começou com o nome “Das Duas Uma”, por ter sido criado em parceria com a Barreira, uma publicação para… Continue a ler Editorial 263 – Rumo à prata…

Editorial 262 – A-Deus

Com a partida do director-adjunto Manuel Rito, acabou uma parte deste Jornal. Nada será como dantes. Há um espírito próprio das coisas que lhe é dado pelas pessoas e o deste Jornal era muito marcado por ele, pelo seu modo de ver as coisas, de fotografar acontecimentos, de entrevistar pessoas, de escrever sobre glórias e… Continue a ler Editorial 262 – A-Deus

Editorial 261 – (quase) tudo

Continuamos a viver tempos estranhos e de incerteza. Maiores aberturas, por um lado, os mesmos receios, por outro. A verdade é que continua (quase) tudo parado. A verdade é que, pelo menos, até final do Verão, não teremos vida. Sim, porque não há verdadeira vida sem abraços, de sorrisos escondidos pelas máscaras, com medos permanentes… Continue a ler Editorial 261 – (quase) tudo

Editorial 259 – Quaresma

O ano começará a aquecer, deixando frio e chuva para trás e enchendo dias maiores de luz, a apontar à Primavera. O ritmo da vida atingirá o seu auge de Páscoa e o frenesim das agendas já assinala renovadas esperanças de alegrias futuras.Ainda assim, há invernos que não passam e ensombram cada tentativa de ressurgir.… Continue a ler Editorial 259 – Quaresma

Editorial 258 – Blá, blá, blá

Bom Natal, paz e amor e frases feitas a metro, blá, blá, blá… Luzes e pinheiros e bonecos (do bebé Jesus ou do velho das barbas), blá, blá, blá… Votos disto e daquilo, roupas novas, corações e estrelinhas, blá, blá, blá… Postais e dedicatórias, prendas aos montes e sorrisos (ainda que forçados, alguns), blá, blá,… Continue a ler Editorial 258 – Blá, blá, blá