Trujillo – Aposta no Empreendedorismo Jovem

Trujillo – Aposta no Empreendedorismo Jovem

Desenvolvida geminação com Trujillo

PUB
Ad 13

Batalha potencia empreendedorismo jovem com inspiração espanhola

No passado dia 7 de Fevereiro, teve lugar na sede do Município da Batalha, entre os responsáveis das autarquias da Batalha e de Trujillo (Espanha), a assinatura de um protocolo de cooperação respeitante ao empreendedorismo jovem. Recordamos que estes dois municípios são geminados desde 25 de Agosto de 1992.

O alcaide de Trujjillo, Alberto Casero, foi recebido na sala de reuniões do Município da Batalha pelo presidente batalhense, Paulo Baptista, com os votos de que este seja mais um passo para estreitar parcerias entre os dois municípios.

O protocolo agora assinado é inspirado numa iniciativa de Trujillo. Trata-se do “Centro Inovo”, uma incubadora de empresas com grande prestígio em Espanha, apesar de ter iniciado a sua actividade apenas em 2014. Paulo Batista disse ter muita honra em colher essa experiência para potenciar o projecto batalhense que visa incentivar o empreendedorismo jovem.

Por sua vez, Alberto Casero agradeceu o convite e explicou que o Centro Inovo é um posto muito importante no acolhimento e desenvolvimento de projectos inovadores de jovens empresários, sendo já uma referência por a maioria dos projectos terem tido êxito. Os seus espaços, com projectos inovadores e personalizados, funciona nuns antigos silos de cereais, devidamente adaptados ao seu eficiente funcionamento. Tem um custo de laboração anual de cerca 600 mil euros. Terminou a sua intervenção dando felicitações ao Município da Batalha, que tem muitas situações em comum.

No seguimento da cerimónia, os autarcas e comitiva que os acompanhou, foi visitar o edifício Dr. Gens, paredes meias com o Carvalho do Outeiro. Este edifício encontra-se em obras de recuperação e adaptação para o funcionamento da Universidade Sénior e Centro de Investigação. Este Centro de Investigação vai ter a parceria do Instituto Politécnico de Leiria. Há ainda um outro edifício antigo, que foi o Hospital da Misericórdia, que vai ser recuperado e adaptado para o funcionamento da Casa da Juventude. O investimento na recuperação destes dois edifícios rondará os 1,3 milhões de euros, comparticipados em 85% por fundos comunitários. A fase de execução destas obras é de um ano.

Manuel Carreira Rito

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.