>167 – Sugestões musicais

>167 – Sugestões musicais

>Love?
Jennifer Lopez
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
Jennifer Lopez apresenta-nos “Love?”, o seu sétimo álbum de estúdio. Neste disco encontram-se êxitos como o já conhecido “On The Floor”, que tem vindo a arrasar os tops no mundo inteiro. A sua prestação no mundo da música conferiu-lhe ao longo dos anos o estatuto de super estrela, tendo ganho reconhecimento através de prémios como dois Grammys, dois Grammys Latinos e três American Music Awards, por entre um grande número de nomeações e perto de 55 milhões de álbuns vendidos. Com edição em Maio de 2011, o álbum “Love?” combina temas de pista de dança com sonoridades Pop, Hip Hop e R&B, onde se destaca o primeiro single “On The Floor”, com a participação de Pitbull, sendo já uma das músicas de maior sucesso de Jennifer Lopez. “I’m Into You” é outro single que prepara desde já a chegada do novo disco da artista.

Billie-Eve
Ayo
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
Ayo é a próxima voz do Verão. Ao fim de três discos já garantiu uma reputação única com aproximações muito profundas ao reggae, blues e tendo a soul como sendo o ponto de partida para todas as suas composições. «Down on My Knees» foi a primeira grande canção conhecida. Constava do disco «Joyful», de 2006, e já declarava uma paixão arrebatadora por Bob Marley. Na carreira desta artista nascida na Alemanha, de origem nigeriana, seguiu-se «Gravity at Last». Neste terceiro disco, o momento chave dá-se quando: “passei dois meses na Jamaica, de férias. Quando voltei, estava grávida!”. Com a chegada das boas novas, regressou também a inspiração, que deu origem a um novo disco. Mais complexo e rico que os primeiros dois registos, este é um álbum de canções emocionalmente poderosas, enriquecidas pelo talento de alguns convidados de prestígio. Gravou em Nova Iorque e em Paris. Tudo em Ayo é muito à flor da pele. Muito sentido. Com muita alma.

Amoras e Framboesas
Maria João
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
«Amoras e Framboesas» junta duas instituições do jazz em Portugal. Maria João é a voz maior do jazz português e tem feito um percurso feito de desafios e novas aventuras. A sua internacionalização é um facto presente na sua carreira, sendo reconhecido nos quatro cantos do mundo. Junto dos media, Maria João tem uma forte presença. Em «Amoras e Framboesas», a escolha do repertório é tão ampla quanto a sua carreira. Diversificado. Expressivo. Memorável. Entre os temas presentes no disco, «Flor», «Canto de Ossanha», «Lígia», «Beatriz», «Skylark». Numa época em que a Orquestra Jazz de Matosinhos conhece um dos melhores momentos, Maria João construiu um disco em combina o melhor da sua voz, com canções e o talento da principal orquestra jazz portuguesa.

Beyond Hell / Above Heaven
Volbeat
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
Para o público português, o nome Volbeat traz boas recordações. A primeira ligação a Portugal da banda dinamarquesa deu-se no Pavilhão Atlântico logo na 1.ª parte dos Metallica. A partir de então, os meios especializados portugueses não perderam de vista a banda. O disco “Beyond Hell/Above Heaven” (4º álbum de estúdio) conta com algumas surpresas e participações especiais, tais como: Mark “Barney” Greenway (Napalm Death), Michael Denner (Mercyful Fate/ King Diamond), Milland “Mille” Petrozza (Kreator), Henrik Hall (Love shop) e Jack Oelund (Taggy Tones). O álbum foi gravado no Hansen Studios, em Ribe, Dinamarca, com o produtor Jacob Hansen e junta estilos como punk, rock’n’roll, rockabilly, metal, heavy metal e thrash metal. A música “Warrior’s Call” foi gravada em homenagem a Mikkel Kessler (num tributo a uma conhecida lenda do boxe dinamarquês).

Ana Moura
Ana Moura – Discografia completa

Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt

A pouco tempo do seu regresso a Portugal para dois grandes concertos (15 de Abril no Coliseu do Porto, 16 de Abril no Colieu de Lisboa), Ana Moura vê assim a sua discografia completa editada numa Box, a um preço magnífico. Os grandes fãs ou aqueles que a descobriram recentemente e não têm ainda todos os seus discos têm aqui uma oportunidade única de obter os multi-galardoados “Aconteceu”, “Guarda-me a Vida na Mão”, “Para Além da Saudade”, “Leva-me aos Fados” e o DVD “Ao Vivo no Coliseu”. A comunicação aos concertos dos Coliseus já começou e incluem campanha de TV (RTP), rádio (Antena 1) e outdoor.

Rio
Banda Sonora Original
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
A banda-sonora «Rio – Original Motion Picture Soundtrack» teve o seu lançamento em Abril. Will i am, Taio Cruz, Bebel Gilberto, Carlinhos Brown, Jamie Foxx, entre outros, juntam-se no filme de animação em 3D que tem sido um sucesso em Portugal. Dos mesmos criadores de “A Idade do Gelo”, RIO é uma aventura cómica sobre uma aventura arriscada. O primeiro contributo musical para a banda-sonora é dado com “Hot Wings (I Wanna Party)”, uma canção original de will i am, que ele canta com Jamie Foxx. Taio Cruz contribui com a canção original “Telling the World”. Sergio Mendes participa com uma nova gravação do seu clássico “Mas Que Nada”. Mendes, que também é produtor musical executivo de RIO, trouxe consigo Carlinhos Brown para participar na criação da música e dos sons do filme. O álbum é o mais recente do fantástico catálogo de bandas sonoras da Fox Music, responsável por mais de 60 milhões de discos vendidos em todo o mundo.

Endgame
Rise Against

Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt

Rise Against: um dos nomes mais respeitados da cena punk rock mundial. Razões: politicamente muito activos, os membros da banda desdobram-se em actividades públicas de solidariedade social e compromisso político. Coerência: este é um dos factores distintos na carreira da banda, iniciada em 1999, na cidade de Chicago. Reconhecimento: os EUA serviram de base à conquista de um público distinto. Para 2011, a digressão de apresentação do novo disco passa por continentes como América do Norte, Europa e Austrália. Media: Publicações especializadas de todo o mundo têm dedicado espaço aos Rise Against. Guitar hero: a procura pela banda fez-se sentir a todos os níveis, incluindo um convite para integrar a canção «Prayer of the Refugee» no jogo «Guitar Hero – Legends of Rock». Vendas: só do último disco, «Appeal to Reason», foram vendidas 500 mil unidades. Portugal: desde a primeira visita, que a banda tem criado um laço único com Portugal. No ano de 2010, a banda tocou no Coliseu dos Recreios perante uma plateia esgotada.

The Wall – Special Edition Live in Berlin
Roger Waters
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
Muita coisa aconteceu desde que Roger Waters escreveu The Wall, em 1978. Numa carreira pejada de discos audaciosos e grandiosos espectáculos ao vivo, o concerto de comemoração da queda do Muro de Berlim, no centro da Potsdamer Platz, em Julho de 1990, foi certamente uma das suas mais notáveis declarações. Organizado em prol do Group Captain Leonard Cheshire’s Memorial Fund For Disaster Relief, o concerto foi uma apoteose multimédia antes de os multimédia serem o que são hoje. O concerto foi, como a própria obra, uma criação muito à frente do seu tempo. Quando The Wall foi tocado em Berlim, já era um álbum, um espectáculo ao vivo e um filme (em 1982, com realização de Alan Parker). Mas a escala de Berlim foi espantosa. Foi tocado ao ar livre, no epicentro da divisão entre capitalismo comunismo. Desde a sua construção, em 1961, o Muro, com mais de 150 km de comprimento, tornou-se o símbolo mais óbvio da Guerra Fria. Caiu em Novembro de 1989, à vista de um mundo incrédulo. Oito meses depois, aparece um artista com um ciclo de canções sobre alienação e interpreta-o num dos lugares mais alienados do mundo – a antiga terra-de-ninguém entre o Ocidente e o Leste. O concerto foi visto ao vivo por 250 000 pessoas e por mil milhões em todo o mundo. Foi de facto ousado e grandioso. Chega agora às lojas, numa edição standard do DVD, e noutra uma limitada de luxo, onde se junta um duplo CD.

Thought Love
Aerosmith
Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt
Desde a sua formação, no início dos anos 70, os Aerosmith já venderam quase 100 milhões de discos em todo o mundo. Três décadas depois, esta é a compilação das melhores baladas dos Aerosmith, assim como alguns temas seleccionados por fãs. Este será o primeiro disco só de baladas da banda de Boston, a qual nos tem presenteado com o melhor do hard rock desde os anos 70. Uma garantia para fãs de várias gerações. O alinhamento inclui 16 canções, com destaque para os hits: “Cryin”, “Crazy”, “Love In An Elevator” e “I Don’t Want To Miss A Thing”.

So Beautiful Or So What
Paul Simon

Universal Music Portugal – www.universalmusic.pt

Paul Simon edita o seu muito aguardado novo álbum. Produzido por Phil Ramone e Paul Simon, aquele que é o seu 12.º álbum a solo, mostra-nos um regresso à estrutura de canção que o inspirou em meados dos anos 80 e que tantas bandas novas têm como grande referência. O álbum teve ainda o contributo dos músicos Vincent Nguini (guitarrista), Steve Shehan (percussão) e de Chris Bear, o baterista dos Grizzly Bear. Tendo tido mais de um ano para aperfeiçoar o seu novo trabalho, Simon diz que “So Beautiful or So What” lembra-lhe o seu primeiro trabalho a solo, o seu muito aclamado álbum de 1972, “Paul Simon”. Sobre este novo trabalho, diz Elvis Costello: “Este álbum notável, tocante, por vezes divertido, merece ser reconhecido como um dos melhores registos de Paul Simon”.
Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.