Recordar é viver

Recordar é viver

Recordar é Viver …

Neste mês, vamos voltar a uma das fases mais entusiásticas da construção da sede do C. R. da Golpilheira. Trata-se dos trabalhos para enchimento da primeira placa. Aqui apenas se vê uma betoneira, mas na realidade eram três. O balde que se vê era de um tractor, gentilmente cedido pela Cerâmica do Vale Gracioso. A massa era transportada em carros de mão. Grandes e gloriosos tempos. Decorria a segunda metade dos anos setenta.

PUB
Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.