Editorial 268: Votos

Editorial 268: Votos

Esta é a última edição do nosso JG antes das eleições autárquicas. Os dados estão lançados, que é como quem diz: as listas candidatas estão entregues no tribunal e algumas já se apresentaram publicamente. Várias novidades na Batalha, havendo pela primeira vez 6 concorrentes à Câmara e 6 à Assembleia Municipal, com dois partidos estreantes e, também pela primeira vez, um movimento independente, embora apoiado por um dos partidos que não apresenta lista própria. Desses, só 3 (dois partidos e um movimento) concorrem à assembleia de freguesia da Golpilheira.

A pré-campanha já anima alguns, mas será em Setembro que a campanha propriamente dita andará em força. E, em consequência do maior número de listas, nunca tantas pessoas andaram envolvidas no processo. Espera-se que todas saibam ser correctas, apresentando as suas ideais e respeitando os adversários, que não são inimigos (alguns são até familiares e bons amigos uns dos outros).

É salutar este envolvimento, sendo também de notar muitos jovens a despertarem para a importância da “coisa pública”. O povo escolherá os que achar mais capazes, que assumirão as tarefas inerentes. Os restantes… poderão aproveitar a embalagem e continuar envolvidos na sociedade, que tanto precisa deles, por exemplo, no associativismo. A todos nós, o que se pede é que sejamos também responsáveis pelo cumprimento do nosso papel, sem o qual não fica completa a democracia: vamos todos aos votos!

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.