Editorial 271: Em frente

Editorial 271: Em frente

Vivemos tempos complicados. Esta verdade insofismável talvez o tenha sido em todos os tempos e talvez o seja com mais propriedade noutros contextos da actualidade, noutras geografias do planeta, noutras gentes que terão mais razões do que nós para a proferir. Ainda assim, todos vamos sentindo, com mais ou menos peso, a dificuldade de gerir o dia-a-dia, talvez mais agora do que em anos mais recentes.
É a pandemia que não há maneira de nos libertar – ou a ideia dela de que não há maneira de nos libertarem –, é a carestia de vida a tornar-se cada vez mais evidente, é a falta de perspectiva para a resposta a problemas de saúde em condições de mundo evoluído, é um sem número de questões para as quais vemos cada vez menos solução.
E assim começamos mais ano. Se não tivermos a capacidade de olhar com esperança, todo esse castelo de cartas poderá desabar-nos na cabeça e soterrar-nos no escuro do desespero. Nunca como agora precisámos tanto de agarrar com todas as forças os sinais de vida que poderão, apesar de todas as complicações, dar-nos algum alento e confiança para seguir em frente.
Esta edição do seu Jornal da Golpilheira chega com bastante atraso, como vê. Sim, também nós nos debatemos com tempos complicados. Não basta já a dificuldade própria de encontrar tempo e disposição para levar até si estas páginas, entre os muitos afazeres da vida de quem não faz disto profissão, acrescem ainda entraves financeiros cada vez mais difíceis de resolver. O aumento do papel levou a um agravamento substancial do preço de impressão, o custo da expedição pelos CTT, apesar das muitas falhas deste serviço, é cada vez mais pesado, perdemos alguns anunciantes e apoios institucionais… razões que nos levaram a reduzir ligeiramente o formato e as páginas do jornal, bem como algumas ofertas que vínhamos fazendo, sobretudo a instituições. Outros cortes teremos de ponderar no futuro, mas, lá está… não queremos perder a esperança. Haveremos de seguir em frente!
Este é o convite que fazemos também aos leitores, nesta primeira edição do novo ano: procurem por aqui alguns motivos de ânimo e de confiança. Haverão de os encontrar!
Bom ano a todos!

LMF

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.