>Apelo ao «Não» | Patriarca escreve aos católicos

>Apelo ao «Não» | Patriarca escreve aos católicos

>O Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, escreveu uma carta aos párocos e comunidades católicas, onde afirma com toda a clareza que a verdade que a Igreja anuncia “sobre a vida, inviolável desde o seu primeiro momento, obriga em consciência todos os católicos”, sublinhando, deste modo, que estes “devem votar «não»”, recusando “uma lei facilitante do aborto”, e pôr em prática as “exigências do amor fraterno… inventando formas de ajudar todas as mulheres para quem a maternidade se torna difícil, momento de desorientação e tentação”.
As mesmas verdades são enunciadas na carta encíclica “O Evangelho da Vida”, do Papa João Paulo II, e na nota doutrinal da Congregação para a Doutrina da Fé, “sobre algumas questões relativas à participação e comportamento dos católicos na vida política”, bem como noutros documentos do magistério.
De facto, “o respeito pela vida dos outros, em todos os seus momentos, é antes de mais um dever imposto pela lei natural e universal [fundamento das leis humanas, que a ela não se podem opor], base da exigência ética e da cultura. O judeo-cristianismo assumiu como dever religioso esse imperativo da Lei natural, no mandamento do Decálogo “não matarás”. O Patriarca lembra que “vida humana é um todo inseparável, desde a fecundação até à morte natural e o respeito pela vida e o amor fraterno incidem em todos os momentos deste processo”.
É mais um contributo de D. José Policarpo para os párocos e demais fiéis fazerem um esforço redobrado na entrega generosa de amor aos irmãos nascituros e respectivas mães, para que, no dia de Nossa Senhora de Lurdes, o povo português diga «Não» neste referendo.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.