>Quem é a vencedora?

>Quem é a vencedora?

>

Golpilheira e Benfica fazem a festa na final da Taça de Portugal

Bancadas ao rubro, com ambas as equipas, e respectivas claques, a fazerem a festa no final do jogo. O Benfica levou a melhor no campo desportivo (5-2), no entanto perdeu no apoio. A Golpilheira ainda esteve com uma mão no troféu, no entanto, a condição física acabaria por ser determinante.
Ainda assim, feito inédito para a primeira equipa do distrito de Leiria a conseguir chegar à final da Taça de Portugal de futsal feminino. O Pavilhão de Almeirim quase esgotou para receber a final da prova, realizada no dia 29 de Junho. Frente- a-frente a vencedora do campeonato do distrito de Lisboa e da Taça Ibérica, e ainda terceira classificada na Taça Intercontinental, a equipa do Benfica, e a vencedora do campeonato distrital de Leiria, a Golpilheira. Um desnível acentuado entre instituições que, no entanto, a equipa batalhense tentou inverter, tanto no campo como nas bancadas.

Favoritismo contrariado
O jogo começou equilibrado, com ambas as equipas a optarem pela prudência. Ainda assim, e contra todas as previsões iniciais, acabaria por ser a Golpilheira a primeira a marcar, numa bonita jogada concluída por Maria Inês. A formação batalhense ainda tentou guardar a preciosa vantagem, mas acabaria por permitir o empate pouco tempo depois. O Benfica ainda marcaria mais um golo, fixando em 2-1 o resultado ao intervalo. Após o descanso, o cansaço nas atletas da Golpilheira foi notório, o que permitiu à equipa “encarnada” dilatar a vantagem. Ainda assim, a equipa batalhense tentou contrariar a domínio das adversárias, e após algumas oportunidades desperdiçadas, fixou o resultado em 5-2, por Inês. Pela equipa vencedora marcaram Rita (2), Marisa, Sofia e Sónia. No final, vitória justa da equipa mais experiente e coesa.
Pedro Jerónimo

(A notícia mais completa e as entrevistas serão publicadas na próxima edição em papel)

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

4 Comments

  1. >não me parece que a codição física possa ter influenciado o resultado do jogo,o que me parece é a qualidade das equipas é desmedida e a golpilheira nunca poderia vencer a taça nacional,apesar de alguma sorte nos jogos anteriores e ter ficado na meia final com a equipa mais fraca não podemos esquecer que depois de tantos anos a tentar ,foi a 1ª vez que conseguiram vencer o campeonato distrital…para mim só houve uma equipaá altura de vencer a taça nacional, a equipa da benedita, qualquer coisa da serra….alecrim?….com imensas vitorias distritais ,participou pela 1º vez no nacional mas chegou a disputar meias finais com o Porto e Lisboa…nunca tendo por isso chegado além…..mas era uma equipa fantástica! foi uma perca para o futsal feminino…..espero que voltem!!!!

  2. >Realmente nem lembra aos mortos colocar aqui o nome de uma equipa que já não existe, era uma equipa fantásticamente….!!!! se a Golpilheira chegou onde chegou foi por mérito próprio, não deve favores ao contrário de outros (Alecrim da Serra) O que conta e o que fica para a história é sem dúvida este resultado magnifico de uma equipa humilde mas muito unida! Muitos parabéns e desejos de muitas felicidades para todos quantos fazem parte do C.R.G.

  3. >Eu assisti ao jogo e sou adepto do Benfica e acompanho todos os jogos do Benfica em Futsal feminino e sinceramente quero dar os meus parabéns a equipa do Golpilheira pois na realidade apresentaram um Futsal bastante agradável, mas para meu lamento foi um dos jogos mais fracos que vi a equipa do Benfica realizar motivos sinceramente desconheço mas posso imaginar algumas:- Temporada demasiado longa( Campeonato Distrital, Taça Distrital, Taça Nacional, Taça Ibéria, Torneio das nações e muitos jogos particulares. Realço também o facto das 3 semanas que a equipa teve parada por causa do problema com o Vermoim que fez com que a preparação física de algumas atletas tenha caído a pique.Nota muito positiva um pavilhão cheio de adeptos de ambos os clubes.Para quando um campeonato nacional???

  4. >realmente falar agora do alecrim deve ser para rir…que equipa tão unida que elas eram que acabaram indo uma para cada canto…mas pronto…realmente se a golpilheira chegou a final da taça nacional foi por ter capacidades para isso…e dai estar de parabens…felicidades para todas as jogadoras e equipa tecnica…e espero que continuem com muitas conquistas pois merecem…mais uma vez parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.