>EPAMG aposta em curso de sucesso

>EPAMG aposta em curso de sucesso

>

“Acompanhante de Crianças”

Ao longo do ano lectivo 2006/2007, decorreu o curso de Acompanhante de Crianças, na Escola Profissional e Artística da Marinha Grande (EPAMG), que contou com o desenvolvimento de estágios e de provas de avaliação inovadoras. Este foi o primeiro curso com equivalência ao 9º ano de escolaridade a surgir nesta escola, que atribui uma certificação profissional de nível II e constitui, assim, um desafio para todos os profissionais envolvidos.
Em conversa com a coordenadora do curso, professora Sónia Roldão Silva, apurou-se que “o balanço é muito positivo e os estágios realizados em instituições da região tiveram um grande sucesso e aceitação por parte das entidades”, pelo que “é muito gratificante para todos os professores perceberem que alunas que estavam em risco de abandono escolar estão agora motivadas para prosseguirem os seus estudos”. Assim, “a criação na EPAMG de um percurso de formação alternativo, para os jovens que querem concluir o 9º ano, aprendendo uma profissão, foi sem dúvida, uma aposta ganha”, refere a coordenadora.
Um outro aspecto importante neste curso são as provas de avaliação final que as alunas têm de realizar e que, no final, defendem perante um júri. A diversidade de temas escolhidos pelas alunas evidencia-se pela sua originalidade e aplicabilidade no contexto prático da formação. Uma dessas provas, designada como “Comes ou não comes?”, da aluna Daniela Monteiro, está direccionada para crianças difíceis de alimentar. A aluna Vanda Santos irá defender a prova intitulada “Encanto de Contar”, que tem como objectivo mostrar várias técnicas para contar histórias ao público infanto-juvenil. “A hora do banho: o que fazer?” é outro exemplo de trabalho, desenvolvido pela aluna Jodelly Pinto, que apresenta técnicas para dar banho aos bebés.
É de destacar que o curso de Acompanhante de Crianças será leccionado, novamente, no próximo ano lectivo na EPAMG, estando a decorrer o período de inscrição para o mesmo. Poderão inscrever-se todos os jovens entre os 15 e os 25 anos, com o 8º ano de escolaridade completo. “Esperamos, no próximo ano, o mesmo sucesso, com mais trabalhos inovadores e criativos, direccionados para as crianças”, refere a escola em comunicado à imprensa.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.