>Futsal Sénior Feminino – Divisão de Honra Distrital

>Futsal Sénior Feminino – Divisão de Honra Distrital

>

PUB
Ad 13
Grande passo para a conquista do bi-campeonato

Golpilheira – 4
U. Caranguejeira – 3
Este foi o jogo disputado no dia 19 do corrente mês, no pavilhão da Batalha, com uma assistência bastante numerosa. Com sete pontos de avanço sobre a equipa adversária, e por tudo aquilo que tem feito, a equipa da Golpilheira partia com favoritismo para este jogo. No entanto, estes jogos entre primeiro e segundo classificados, por vezes, trazem-nos algumas surpresas. A equipa da Caranguejeira sabia de antemão que, perdendo este jogo, estava praticamente arredada do título. Sem a sua guarda-redes habitual, a treinadora decidiu colocar no seu lugar uma jogadora de campo, com o objectivo de, nas jogadas ofensivas, contar com mais uma jogadora. Esta táctica quase ia dando os seus frutos. No entanto, a experiente treinadora da Golpilheira, Teresa Jordão, soube sempre contrariar esta táctica da equipa adversária.
O jogo começou com maior ascendente por parte da Golpilheira, com as jogadoras a trocarem muito bem a bola, confundindo as adversárias, e apenas não conseguiram chegar ao golo por manifesta falta de sorte. E como quem não marca sofre, a Caranguejeira conseguiu o seu primeiro golo, numa troca de bola bem delineada. Não desmoralizaram as nossas atletas, continuando até ao intervalo à procura do golo, que não surgiu.
Na segunda parte, a toada de jogo manteve-se, com a Golpilheira mais perto do golo, por duas ou três vezes. Mas, mais uma vez, foi a Caranguejeira a conseguir o seu segundo golo. De qualquer modo, as nossas atletas não baixaram os braços e Carolina, numa jogada individual, marcou um golo espectacular, que serviu de catalizador para embalar a nossa equipa para uma grande segunda parte.
A Caranguejeira ainda conseguiu marcar o seu terceiro golo, mas a reviravolta ia verificar-se, com uma segunda parte de grande nível. A Caranguejeira recuou, tentando segurar este resultado. Refrescando sempre com oportunidade a nossa equipa, Teresa Jordão rodava as jogadoras com frequência. Inês, de ângulo difícil, marcou um belo golo. Estávamos perto do empate, que não veio a tardar. Numa boa troca de bola, Irina descaiu para o lado direito, rematou com violência, igualando assim a partida, com um golo de belo efeito.
Procurando a vitória, a nossa equipa arriscou, como o tinha já feito antes, atacando também com Ivone. Mas numa perda de bola, uma jogadora da Caranguejeira chutou para a baliza, defendendo Ivone fora da área, evitando um golo certo, mas sendo penalizada com o cartão vermelho e consequente expulsão. Obrigada a jogar com quatro jogadoras durante dois minutos, já com Daniela na baliza, não nos limitámos apenas a defender e até foi nossa a grande oportunidade de marcar. Já cinco contra cinco, foi a vez da guarda-redes da Caranguejeira defender fora da área. Esta foi punida também com cartão vermelho, e a Caranguejeira teve de jogar dois minutos com quatro jogadoras. No entanto, foi já muito perto do final do encontro que, numa excelente triangulação, Jéssica Pedreiras marcou o golo da vitória, com um excelente remate, indefensável.
Com este resultado, a equipa da Golpilheira fica mais perto do título. No entanto, este foi apenas o segundo jogo da segunda volta. É preciso continuar a jogar da mesma forma, para tentarmos fazer melhor que o ano passado. Caso não seja possível, que seja igual.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.