>Novidades na Missa da Golpilheira

>Novidades na Missa da Golpilheira

>Para uma comunidade mais unida

No passado dia 10 de Outubro foram apresentadas à comunidade da Igreja da Golpilheira algumas alterações na celebração da eucaristia. Trata-se de um programa que está a ser desenvolvido com vista a uma maior comunhão na comunidade cristã da nossa Freguesia, nomeadamente na dignificação e maior participação das pessoas na Eucaristia dominical e outros actos de pastoral litúrgica, catequética e social.

O primeiro sinal simbólico foi dado com a alteração da disposição dos bancos, ligeiramente virados ao centro, permitindo uma melhor visualização entre as pessoas e orientação para o altar. A breve prazo, pretende-se criar outras condições de comodidade, iluminação, climatização e qualidade acústica, o que está a ser preparado no âmbito de um projecto global de intervenções necessárias no templo, visando a dignificação e o conforto do espaço celebrativo. Sobre isso, iremos dando novas informações.

Mas essas melhorias só farão sentido se forem acompanhadas por uma aposta na animação litúrgica e na qualidade da celebração, em todos os seus aspectos e envolvendo todos os intervenientes, desde o sacerdote aos leitores, cantores, acólitos e outros colaboradores ocasionais. Assim, decidiu-se avançar desde logo para a reestruturação do grupo coral, de acordo com o seu anterior maestro Mário Costa, com novos dinamizadores e colaboradores, tanto nas vozes como nos instrumentos. É um trabalho que está a começar agora e que se pretende vir a melhorar com o tempo, estando o convite aberto a todos os que queiram integrar o grupo (ensaios à quinta-feira, às 20h00).

Paralelamente, está a ser agendada uma acção de formação para leitores, uma outra acção junto dos alunos do 7.º ano de catequese para acólitos, e uma programação para a participação de todos os grupos de catequese na celebração, juntamente com os pais, devidamente distribuídos pelos vários domingos do ano.

De referir que este trabalho está a ser desenvolvido pela Comissão da Igreja da Golpilheira, com a colaboração permanente da Comissão da Igreja de S. Bento, numa integração gradual das duas equipas de trabalho. Este é mais um sinal da união que se pretende incentivar a para a qual todos os cristãos da comunidade são convidados a contribuir. Porque este é um trabalho que terá tanto mais sucesso quanto maior for o envolvimento de cada um, na partilha dos seus dons com todos.

O convite fica feito.

Luís Miguel Ferraz

Mensagem de agradecimento

A propósito da minha substituição na regência do grupo coral, no passado dia 10 de Outubro, gostaria de publicamente agradecer a Deus o dom que me deu do canto e que desenvolvi a pedido do Sr. Prior e responsáveis de então. Servi a Golpilheira durante 56 anos, quase sem interrupções. Agradeço ao Sr. Prior, que desde que veio para a Batalha sempre colaborou comigo nos programas litúrgicos de cada domingo e pela confiança que sempre depositou em mim.

É com muita alegria que vejo a substituição por dois elementos da nossa terra: o Dr. Luís Miguel e a Dra. Marta Frazão, por quem tenho muito carinho (e segundo diz, aprendeu muito comigo). É uma alegria reforçada, porque os dois foram elementos do Coro Infantil e Juvenil da Golpilheira, que eu fundei há muitos anos.

Ao coro litúrgico da Golpilheira quero pedir desculpa por alguma coisa que tivesse corrido menos bem e agradecer as prendas que me ofereciam no meu aniversário.

Por fim, agradeço de uma maneira geral a toda a comunidade da Golpilheira, pelo carinho e respeito que sempre tiveram para comigo, incluindo os meninos a meninas da catequese, que quando passam por mim me cumprimentam com um simpático “olá”.

A todos o meu muito obrigado!

Mário Monteiro Costa

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.