Comunidade ucraniana celebra na Batalha o dia da independência

Comunidade ucraniana celebra na Batalha o dia da independência

A Ucrânia tornou-se independente da ex-URSS em 24 de Agosto de 1991. A data da independência é amplamente festejada e, neste 25.º aniversário, foi-o também (embora só a 4 de Setembro) na Batalha, onde é já habitual reunir-se dominicalmente a comunidade da Igreja Ortodoxa Ucraniana residente nesta região.

A Missa, presidida pelo capelão da comunidade, P. Juvenaliy, foi na igreja matriz da Batalha, cedida para a celebração desta comunidade desde há cerca de ano e meio. Começou pelas 10h00 e terminou rente à hora de almoço, com cerca de uma centena de participantes, vindos da Batalha, de Leiria, da Marinha Grande, do Cartaxo e de outras localidades próximas.

A refeição comunitária, servida no centro paroquial da Batalha, foi animada por música clássica e popular, declamação de poesia, dança, e outras artes e passatempos partilhados por talentosos adultos, jovens e crianças naturais da Ucrânia e a residir entre nós. Contou ainda com a participação especial do Coralis, grupo coral feminino de Leiria, cuja maestrina actual é, precisamente, imigrante ucaniana.

Com a presença do pároco da Batalha, padre José Gonçalves, e também do presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, e do vereador Carlos Agostinho Monteiro, foi uma tarde familiar muito calorosa, onde os valores da pátria, da amizade e do encontro de culturas (também gastronómicas) estiveram bem presentes. E também Deus, que está em permanente referência nas músicas e tradições populares destes irmãos cristãos ortodoxos. Um dos momentos mais profundos foi, precisamente, uma canção de oração pelos combatentes e milhares de civis que têm sido vítimas da guerra que a Rússia mantém com este país, sobretudo na região da Crimeia.

LMF

Clicar na foto abaixo para ver a foto-reportagem: 

Comunidade Ucraniana DSC_8917

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

One comment

  1. Pingback: Batalha é ucraniana (ou a força da solidariedade) - Jornal da Golpilheira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.