>Referendo em debate na Golpilheira | “Sim” e “Não” frente-a-frente

>Referendo em debate na Golpilheira | “Sim” e “Não” frente-a-frente

>A Junta de Freguesia da Golpilheira vai promover, no próximo dia 4 de Fevereiro, domingo, às 17h30, no salão do Centro Recreativo, um debate de esclarecimento sobre o referendo nacional do próximo dia 11 de Fevereiro. Recordamos que a pergunta é: “Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?”.
Assegurando a argumentação de cada uma das duas possibilidades de resposta, a autarquia convidou alguns defensores do “sim” e outros do “não”, para que todas as pessoas que vierem participar possam conhecer o que defendem e esclarecer as dúvidas que tenham. Para tal, de cada lado do painel estará uma pessoa da Golpilheira e dois seus convidados, ligados aos movimentos cívicos de cada uma das posições. No momento do fecho da nossa edição, não tinham ainda sido confirmados os respectivos nomes. O próprio presidente da autarquia local, Carlos Santos, comunicou que irá assumir o papel de moderador do debate, procurando que seja “um diálogo construtivo e clarificador da opinião pública, que possa contribuir para uma decisão consciente e bem formada de todos os eleitores”.
Na mesma linha, e como contributo para uma informação mais completa de todos sobre este assunto, o Jornal da Golpilheira apoia esta iniciativa, enquadrada na sua missão de formar e informar.
O convite é feito ao público em geral, e em especial à população da Golpilheira. Espera-se uma participação numerosa, para que este colóquio seja vivo e proveitoso para o maior número possível de pessoas e para que todos possam ter oportunidade de colocar as suas questões e partilhar a sua opinião. Não falte!

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.