>Passeio de todo-o-terreno “Anjos sobre Rodas” –

>Passeio de todo-o-terreno “Anjos sobre Rodas” –

>A grande aventura na lama

PUB
Ad 13

Mais um passeio de todo-o-terreno invadiu as ruas da Golpilheira e se fez passear pelas redondezas. A 5ª edição do “Anjos sobre Rodas” leva, mais uma vez, o carimbo do sucesso. Tanto pela participação numerosa, com perto de 200 pessoas e responder ao convite da organização, em 70 jipes e 40 motos de duas e quatro rodas, como pelo exemplar acolhimento e dedicação dos organizadores. Mas, sobretudo, pelo resultado final que sempre se repete: muita gente satisfeita com um dia divertido e cheio de boas aventuras, em alegre convívio e com muita adrenalina à solta na lama. Mas é também um sucesso o resultado prático do evento que, para além da festa, visa também angariação de fundos para obras na nossa freguesia. De há dois anos para cá, os lucros têm sido atribuídos às obras do pavilhão desportivo do CRG, no valor total de cerca de 10 mil euros. Este ano, espera-se que esta conta volte a ser acrescentada com mais 5 mil euros, o saldo médio dos anos anteriores. Estão de parabéns os quatro jovens organizadores (Carlos, Cesário, Jorge e Rui), bem como a equipa de 15 colaboradores que a eles se junta regularmente e as mais de 40 pessoas que no dia do evento ajudam nas várias áreas a que tudo corra bem. Desde a sinalização das pistas ao acompanhamento das provas, desde a elaboração do “road book” (que alguém chamava de “red bull”) à obtenção das licenças, desde a confecção do almoço ao serviço das bebidas e petiscos durante o percurso. Em resumo, os participantes começaram a sair pelas 9h30, rumo à zona dos Parceiros, onde os esperava o pequeno-almoço, no parque de Merendas. O local era aprazível, mas também difícil de ultrapassar, pelo alguns dos jipes só saíram do local depois de muita diversão e chegaram ao almoço com umas curtas 3 horas de atraso. É que ainda havia que passar pela Canoeira para o Martini de aperitivo. De qualquer modo, comida da boa não faltou no salão de festas do CRG, mesmo para os que começaram a refeição já perto das 16h00. Da parte da tarde, a volta foi mais rápida, terminando no “trial”, junto às piscinas da Batalha. Aí a diversão continuou até noite, com algumas dezenas de pessoas a acompanhar as peripécias dos veículos de duas e quatro rodas, sobretudo os aventureiros que teimavam em estacar os seus jipes nos buracos mais fundos, de onde só saíam a reboque do guincho de um colega ou da pá do Cesário. Mas, afinal, são esses os momentos que mais divertem toda a gente e ficam melhor na foto.
Texto e fotos: LMF







Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.