>Passeio pedestre pela Golpilheira

>Passeio pedestre pela Golpilheira

>

Cerca de 100 pessoas responderam ao convite
No passado dia 4 de Março, as ruas da Golpilheira receberam cerca de uma centena de caminhantes, curiosos por conhecer ou relembrar alguns pontos mais carismáticos da freguesia.
A caminhada iniciou-se junto ao cruzamento do IC2, no Vale Gracioso, poucos minutos após o relógio da torre da igreja ter marcado as 09h00, com os participantes a tomarem a estrada em direcção ao Furadouro, onde os esperava a igreja de São Bento. Aí se fez uma pequena paragem, aproveitada pelo presidente da Junta, Carlos Santos, para explicar a história da capelinha e guiar uma visita ao monumento. A paragem foi aproveitada também para se oferecer um café e uma deliciosa filhós a todos os caminhantes.
Após alguns minutos concedidos para o aconchego do estômago, o passeio foi retomado em direcção ao local de Bico Sachos, com uma pequena paragem perto do moinho, onde pudemos constatar, infelizmente, a degradação do mesmo.
Ao chegar ao local de Bico Sachos, o pelotão de caminhantes iniciou uma árdua subida, que os levou até ao Picoto, o local mais alto da freguesia da Golpilheira, onde se pôde observar a panorâmica de todas as localidades que a circundam.
A descida foi feita pela rua da Fonte, um lugar utilizado como ponto de encontro para os namorados que habitavam pelas redondezas. Esta descida trouxe consigo a incómoda chuva, que há algum tempo ameaçava e que obrigou a um encurtamento no passeio. Para muitos, acabou quando chegaram às portas da colectividade.
Houve, no entanto, algumas dezenas de corajosos que, apesar desta condicionante, não desistiram do objectivo e continuaram a caminhada pela estrada do Baçairo, terminando já depois do meio-dia no mesmo local de onde partiram. Mas acabou por não se realizar o percurso que estava previsto e a visita a alguns outros locais de interesse, como seria o caso da igreja do Bom Jesus dos Aflitos, em fase final de acabamentos.
Refira-se que este evento foi promovido pela Junta de Freguesia da Golpilheira, em parceria com a delegação de Leiria do INATEL. Em declarações ao JG, Carlos Santos manifestou o seu contentamento pela forma como decorreu o evento, sobretudo pelo “interesse demonstrado por um numeroso grupo de participantes, 40 dos quais vieram de fora da Freguesia, de vários ponto do distrito de Leiria”. O presidente da Junta agradeceu ainda à Comissão da Igreja de S. Bento, pela cedência do salão daquela ermida para a realização do pequeno-almoço, e referiu ainda a sua intenção de voltar a repetir este tipo de iniciativas, “se possível sem chuva, para que possamos visitar alguns locais que desta vez ficaram para trás”.
Vera Rito
Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.