>”Vamos Parar com Isto” continua em 2007

>”Vamos Parar com Isto” continua em 2007

>A campanha de prevenção rodoviária “Vamos parar com Isto” foi lançada em Maio de 2006. No passado dia 6 de Março, foi tempo de balanço desta iniciativa e de relançar a segunda edição, que será direccionada para três vertentes fundamentais: escolar (formação cívica dos alunos do 1º cilco); comunicação (divulgação noticiosa e prémio de jornalismo); e sinalização (em parceria com a Escola Superior de Tecnologia e Gestão e a empresa LACE, para um estudo das condições de sinalização e segurança rodoviária na EN1/IC2, no troço que atravessa o distrito de Leiria).
A cerimónia teve início com a entrega dos prémios de jornalismo. Entre os 33 órgãos de comunicação social que assinaram o protocolo com o Governo Civil de Leiria, foram instituídos três prémios. O primeiro prémio coube ao semanário Jornal de Leiria, o segundo à Rádio Cardal e o terceiro, ex-aequo, aos jornais Correio de Pombal e Região de Leiria.
Durante o ano de 2006, a acção escolar envolveu as escolas do 2º e 3º ciclos do ensino básico, no âmbito da área curricular de formação cívica, tendo participado na iniciativa 40 escolas e agrupamentos, envolvendo cerca de 15 mil alunos dos 16 municípios do distrito. Através de uma escola itinerante de trânsito, os jovens aprenderam a praticar e respeitar as regras de boa utilização dos espaços rodoviários. Estas acções vão ter continuidade em 2007.
Será criado para breve prazo um conselho consultivo de segurança rodoviária distrital, uma diligência que decorrerá no novo enquadramento institucional. Miguel Medeiros, Governador Civil, afirmou que “desenvolver acções eficazes para formar uma nova geração de condutores e de peões, de bons utilizadores do espaço rodoviário, em suma, uma nova geração de cidadãos cumpridores do código da estrada é o desiderato a que nos propomos”.
Recorde-se que a campanha “Vamos parar com Isto” tem como objectivo eliminar as principais causas da sinistralidade rodoviária, sensibilizando os condutores para melhorarem os seus comportamentos, a segurança dos seus veículos e as deficiências nas infra-estruturas rodoviárias.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.