>Batalha “acendeu-se” pela paz

>Batalha “acendeu-se” pela paz

>Festa das estrelas de luz

Neste Natal, a Batalha ficou decisivamente ligada à temática da paz, ao acolher a festa promovida pela Cáritas de Leiria-Fátima, no âmbito da operação “10 milhões de estrelas – Um gesto pela paz”, realizada a nível internacional desde há alguns anos e em Portugal desde 2002.
Para o sucesso e brilho deste evento contribuiu a co-organização da Câmara Municipal, Paróquia e Rádio Batalha, bem como a colaboração do Agrupamento de Escolas, da Escola Secundária, do Colégio de S. Mamede, do grupo de jovens “Para Sempre”, do Centro Recreativo da Golpilheira, do Centro Recreativo dos Pinheiros, da “Escolinha Intercultural” eslava e de três dos vencedores do concurso “Caça Talentos” da Rádio Batalha. Todas estas participações levaram ao palco da praça Mouzinho de Albuquerque cerca de 200 crianças, jovens e adultos, em duas horas de espectáculo inesquecível, de poesia, canto, dança e coreografias diversas. Mais de três dezenas de pessoas passaram pelo recinto, apesar do frio próprio da época, mas com um sol que foi também uma “estrela” a juntar-se às muitas que brilharam nesta tarde de 15 de Dezembro.
Paralelamente, miúdos e graúdos foram decorando o espaço com obras de pintura e outros materiais plásticos, na oficina dirigida pelo artista Malé. E no jardim junto ao local ficou para sempre recordado este evento, numa bela lápide concebida pela Escola Tradicional de Artes e Ofícios Tradicionais da Batalha, que deu assim o seu contributo para esta causa.
O símbolo principal foi a luz, em vasos de cera que se foram iluminando em redor do palco. Alguns deles, trazidos com mensagens de paz pelas mãos de representantes de crianças, jovens e idosos de todo o mundo, de uma escuteira do agrupamento 194 da Batalha – que deu também o apoio na logística – e ainda de personalidades como Ambrósio Santos, presidente da Cáritas Diocesana, Júlio Órfão, director do Mosteiro, José Travaços Santos, homem da cultural local, João Carvalho, professor batalhense, António Lucas, presidente da autarquia, e D. António Marto, Bispo de Leiria-Fátima. Todos desejaram paz para o mundo, para a justiça entre os povos, para as famílias, para o coração de cada ser humano… a começar nos pequenos gestos do dia-a-dia, como foi recordando Ana Sofia, brilhante animadora da festa.
Esses mesmos vasos de luz foram levados por todos os presentes, no final, para a entrada na vila, junto ao IC2, para completar um jogo de iluminação que estava adiantado, ao redor da grande rotunda e onde se fez sobressair a palavra “PAZ”. Foi um belo efeito final, que a todos encantou e que muitos “flashes” fez disparar. Uma imagem perfeita da beleza deste evento e da nobreza desta causa, que ficou a brilhar ao longo de toda essa noite.
Luís Miguel Ferraz

“10 milhões de estrelas – Um gesto pela paz”
O objectivo desta operação da Cáritas Internacional é “criar uma cultura de paz no coração dos cidadãos, vencendo a dimensão consumista e materialista do Natal, porque num mundo dilacerado pela guerra, é mais do que nunca necessário actuarmos em conjunto para promovermos a paz, a solidariedade e a reconciliação”.
A campanha termina na noite de Natal, com a proposta de iluminação das janelas das nossas casas, de modo a serem vistas da rua, simbolizando a adesão das famílias portuguesas aos valores propostos. “A vela é apenas um sinal e será também um instrumento para facilitar a partilha de bens com os mais pobres, porque enquanto persistirem tantas e tão graves desigualdades não haverá paz na terra, mesmo para os homens de boa vontade”, indica a Cáritas.
Assim, em 2007, o produto da venda destas velas (1 euro) será aplicado em projectos, nacionais e internacionais, de apoio a mulheres em situação de risco. Das verbas recolhidas, 30% serão aplicadas no apoio a esta acção em Angola, ficando os restantes 70% para cada Cáritas diocesana, também para os seus projectos na mesma área. Poderá ainda adquirir a sua na paróquia da Batalha, na Câmara Municipal e na loja Jutina na Célula B.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.