>Tradições de Natal…

>Tradições de Natal…

>Fogueiras de Natal e Fim-de-Ano
Recorrendo à nossa memória de há cerca de trinta ou quarenta anos, era normal observar diversas fogueiras na nossa localidade, que por vezes duravam da noite de Natal ao Ano Novo. Tanto no Outeirinho, na Golpilheira, como no largo do Casal Mil Homens ou no largo da Cividade, era normal acontecerem estas manifestações populares.
Os anos foram passando e estas tradições quase foram extintas, substituídas por outras de muito maior comodismo. No entanto, com a boa vontade de alguns, estas fogueiras têm sido recuperadas, como aconteceu no último Natal e Ano Novo. No largo da Cividade e no largo junto ao “poço do povo” no Carvalhal, foi com alegria que verificámos estas iniciativas da população local.
Já não está mau, para começar, mas há outras tradições que era importante recuperarmos nos próximos anos: fazer filhós e distribui-las à fogueira, andar de porta em porta na noite de Natal a cantar os versos do “Menino Jesus”, tocar os sinos nas noites de Natal e da Passagem do Ano, etc. Fica aqui este alerta. Devemos continuar a honrar os nossos antepassados.
MCR

Presépios e animação de Natal na Pia do Urso
Decorreu durante o mês de Dezembro, na aldeia da Pia do Urso, em São Mamede, uma exposição de presépios de rua construídos pelos habitantes daquela localidade.
A complementar, foram convidados o rancho folclórico da “As Lavadeiras do Vale do Lena”, da Golpilheira, e o “Grupo de Amigos das Concertinas”, para animarem musicalmente a tarde do domingo 23, num programa musical bem tradicional.
Assim, a par da paisagem natural verdadeiramente deslumbrante e do magnífico trabalho de restauro das habitações típicas desta região serrana, em que a pedra e a madeira se assumem como os principais materiais utilizados, os visitante puderam apreciar um movimento adicional nesta pequena aldeia.
Uma ideia a repetir, para cativar ainda mais pessoas a este espaço, que é também o primeiro ecoparque sensorial do País, onde os cidadãos invisuais e com outras deficiências podem apreender o meio envolvente através de vários apoios ao uso do tacto e do olfacto.

Construções Cesário Batista fez festa de Natal para colaboradores e amigos
É tradição natalícia das empresas realizar-se um convívio de funcionários ou colaboradores mais próximos. Aproveitando esta quadra tão especial, é uma ocasião propícia para estreitar laços de amizade entre todos e para premiar o esforço e dedicação de todos os que, durante o ano, contribuíram para o sucesso das actividades realizadas.
Este ano, a empresa Construções Cesário Batista não quis limitar a festa aos seus funcionários e alargou o convite a fornecedores, clientes e amigos, acabando por juntar algumas dezenas de pessoas nas suas instalações, num animado convívio de Natal. Para satisfazer o apetite dos convidados, foi apresentado um porco no espeto, entre outros petiscos, acompanhados de bom vinho da região e bebidas variadas.
O Jornal da Golpilheira também foi convidado e deixa aqui o registo de uma simpática iniciativa, onde marcou presença grande parte dos empresários e outros habitantes da freguesia, para além de muitas outras pessoas que se relacionam regularmente com esta empresa de construção.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.