>EDITORIAL | Momentos históricos

>EDITORIAL | Momentos históricos

>A visita de D. António Marto à Batalha não podia deixar de merecer o nosso destaque. Foi um momento importante na história local, como foi, há 30 anos, a visita de D. Alberto do Amaral, cuja “acta” repescámos no jornal do mês passado.
Cumprindo a inspiração católica do nosso estatuto editorial, quisemos oferecer aos leitores – aos que participaram nesta jornada e aos que não tiveram essa oportunidade – um resumo do que de mais importante se realizou e, sobretudo, da mensagem que o Bispo veio transmitir. Mensagem de perseverança na fé em Jesus Cristo, de consolidação na esperança de um mundo melhor, de aposta no amor como caminho de felicidade. No fundo, a mensagem do Evangelho, cuja ternura, beleza e alegria o Pastor faz questão de sublinhar.
Mas não é apenas um momento histórico do ponto de vista religioso. Porque o Bispo, como primeiro responsável desta Igreja particular, veio também para conhecer a realidade concreta deste povo, para um diálogo franco e aberto com a educação, a cultura, a política, a economia… Porque a relação entre a Igreja e a Sociedade não é estanque e isolada, mas sim interligada, em laços de parceria, na construção do mesmo futuro de felicidade para todos os homens e mulheres do nosso tempo. Essa foi também uma mensagem que passou, de parte a parte, nos encontros realizados, nem todos muito participados, mas todos muito enriquecedores. As conclusões podem ler-se nas linhas e entrelinhas.
Neste destaque, quisemos ir além do dever de informar, cumprindo uma outra função, a de formar, tantas vezes esquecida pela comunicação social, cada vez mais tentada a ficar-se pela terceira das suas funções, divertir. Como Jesus gostava de dizer, “quem tem ouvidos para ouvir, oiça”!
Quisemos também fugir ao óbvio para falar do tempo pascal que estamos a viver. Porque a Páscoa de Jesus Cristo, no momento histórico da Sua morte e ressurreição, continua hoje a ser actualizada no sofrimento e sublimação daqueles que n’Ele acreditam, dos fracos e desprotegidos pelos quais Ele deu a vida. E são verdadeiras lições de vida que podemos retirar desses exemplos.
A todos desejamos feliz e Santa Páscoa!

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.