>Tempos livres para jovens

>Tempos livres para jovens

>IPJ aprovou projectos da Batalha

“Promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens, orientando-os para o desempenho de actividades ocupacionais que proporcionem a conquista de hábitos de voluntariado, que permitam o contacto experimental com algumas actividades profissionais e que potenciem a capacidade de intervenção e participação social e cívica dos jovens, contribuindo para o processo de educação não formal”, são os objectivos subjacentes ao programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL) promovido pelo Instituto Português da Juventude (IPJ).
Para este ano, foram apresentados 239 projectos na Direcção Regional do Centro do IPJ, dos quais foram aprovados 197, correspondendo à ocupação de 285 jovens. Associações Juvenis, Câmaras Municipais, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), Juntas de Freguesia, Organizações Não Governamentais e Associações Desportivas são as entidades promotoras destes projectos, onde os jovens irão realizar trabalhos em áreas tão diversificadas como ambiente e protecção civil, apoio a crianças e idosos, cultura e preservação do património, combate à exclusão social e saúde, etc.
Também o Município da Batalha apresentou três projectos, que foram aprovados, para quatro turnos nos meses de Julho e Agosto:
– “Geração Solidária”, para apoio a idosos e/ou crianças, nas IPSS ou ATL do concelho;
– “Jovens na Arte”, na área da cultura, para serviços na galeria Mouzinho de Albuquerque e na secção de Educação e Cultura da autarquia;
– Biblioverão, também na área da cultura, para serviço na biblioteca municipal.
Assim, estão a abertas, até ao dia 15 de Junho, as inscrições para os jovens entre os 16 e os 25 anos, que estejam integrados no sistema de ensino. Para tal, devem dirigir-se à Câmara Municipal, com o BI, NIF e NIB, para poderem efectuar a respectiva inscrição.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.