>EDITORIAL | Rio vs. Caixão

>EDITORIAL | Rio vs. Caixão

>Bem podemos dizer que o povo que não lava no rio está a talhar com seu machado as tábuas do seu caixão. Dito de outra forma, o povo que não cuida do seu património ecológico e não procura viver num ambiente saudável está a matar as condições da sua própria sustentabilidade, para se autodestruir.
Nesta edição, a propósito dos trabalhos de limpeza que decorrem no rio Lena, aproveitámos estes míticos versos de um fado de Amália para despertar a nossa consciência colectiva. Saibamos todos, autarcas e cidadãos, aproveitar esta oportunidade para nos virarmos para este valioso recurso hídrico que atravessa a nossa freguesia. Quanto mais atenção e cuidado lhe dedicarmos, mais receberemos em qualidade de vida. E o facto é que estamos há tempo demais de costas voltadas para essa nossa riqueza natural.
Ainda nesta edição, procure os muitos eventos culturais, recreativos e sociais que se avizinham e registe na sua agenda todas as oportunidades para sair de casa. Em muitos casos, são também oportunidades para descontrair e usufruir da natureza.
Finalmente, com o aproximar do final da época desportiva, sugerimos um olhar atento ao desempenho das nossas equipas. Muitas serão as razões para festejarmos as suas vitórias e, mais uma vez, para sair de casa. Ainda vai a tempo de apoiar os atletas na conquista de algumas taças e campeonatos.
A todos, feliz Tempo Pascal!

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.