>162 – Saúde

>162 – Saúde

>Consultas de planeamento familiar

Por Ana Maria Henriques

O planeamento familiar é uma forma de assegurar o acesso à informação sobre métodos de contracepção eficazes e seguros e a serviços de saúde que contribuem para a vivência da sexualidade de forma saudável. A prática do planeamento familiar permite que homens e mulheres decidam se e quando querem ter filhos, assim como programem a  gravidez e o parto nas condições mais adequadas.

As consultas são realizadas no Centro de Saúde e dirigidas a toda a população, podendo ser frequentadas por homens, mulheres ou casais. Têm por objectivo promover a vivência da sexualidade de forma saudável e segura, regular a fecundidade segundo o desejo do casal, preparar para uma maternidade e paternidade responsáveis, reduzir a morbilidade materna e infantil e a incidência das doenças sexualmente transmissíveis e suas consequências.

Numa fase inicial da consulta, serão explicados os procedimentos a realizar, o preenchimento do Boletim de Planeamento Familiar e a avaliação geral do estado de saúde. Avalia-se a tensão arterial, o peso, a altura, determina-se o Índice de Massa Corporal, questionam-se os estilos de vida (alimentação, hábitos tóxicos, exercício físico, etc.) e verifica-se a actualização do boletim de vacinas.

Ainda nesta fase da consulta, prestam-se importantes esclarecimentos em relação à anatomia e fisiologia dos aparelhos reprodutivos (feminino e masculino), em relação ao ciclo menstrual, ao período fértil, à fecundação e a qualquer outra questão formulada pelo utente.

Em relação a métodos contraceptivos, serão abordados temas como a sua escolha e adequação, forma e cuidados de utilização e outros métodos associados. Sobre a higiene íntima, serão referenciadas técnicas, adequação da roupa, etc. Serão também abordados temas como a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, a contracepção, a prevenção do aborto, o espaçamento de gravidezes e a infertilidade. É também o espaço adequado para a identificação precoce de sinais/sintomas anómalos.

Prosseguindo com a consulta, será efectuado o exame da mamã e realizado o ensino sobre o mesmo. Será executado a Citologia do Colo do útero (Exame citológico / Papa Nicolau) na primeira e segunda consultas, para depois, se o resultado for normal, ser realizado de três em três anos.

Esta consulta funciona também como rastreio de patologias que são depois encaminhadas para outras especialidades da saúde, como são os casos de infecções sexualmente transmissíveis, como VIH, hepatites B e C, sífilis ou herpes genital, e de outras doenças como o cancro da mama, do colo do útero e dos testículos. Poderão também ser feitos outros rastreios, como o da osteoporose, caso o médico achar necessário.

Uma vida saudável e feliz também depende de uma sexualidade saudável e segura, por isso ser acompanhado por consultas anuais nesta vertente é muito importante. Não deve faltar às consultas de seguimento e, se ainda não iniciou estas consultas, pondere no assunto, dirigindo-lhe toda a importância que merece.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.