>166 – Vinha

>166 – Vinha

>

Casta Malvasia Rei

por José Jordão Cruz, eng. Técnico Agrário

Já vos falei da Malvasia Fina, aquela que dá um vinho de trato fino, servido nas casas reais às rainhas e princesas.

A Malvasia Rei também pertence à família das Malvasinas, portanto com muitas afinidades. As Malvasias são castas portuguesas muito antigas, não se sabendo há quanto tempo são identificadas com este nome, nem a verdadeira origem, embora haja quem defenda que têm origem na Grécia.
No entanto, esta casta é a responsável pelo vinho do Xerez, na região Espanhola, de Xerez de La Fronteira. É uma região que tem uma grande área de produção do vinho Xerez, apesar da origem da casta ser portuguesa, mas naquela região dão estes famosos vinhos generosos. Em Portugal é no Douro que as Malvasias têm expressão, como é o caso da Malvasia Rei.
Na nossa empresa, multiplicamos muito pouco, a não ser por encomenda de um ano para o outro, e com material (varas) proveniente de origem certificada.
Estes vinhos, segundo os enólogos, dão uma boa velhice, seja na garrafa ou barrica, sendo uma casta que produz muito, embora os vinhos pouco ricos sirvam principalmente para lotes.
As videiras da Casta Malvasi Rei preferem uma poda curta, meia vara ou só talão. As suas uvas são muito doces, pelo que podem ser utilizá-las à mesa.
Esta casta, como todas as outras, tem vários nomes, como Grès, Seminário, Olho de Lebre, e Palomino em Xerez de La Fronteira.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.