Misericórdia organizou I Encontro de Saúde e Bem-Estar da Batalha

A Santa Casa da Misericórdia da Batalha organizou no fim-de-semana de 20 e 21 de Junho o I Encontro de Saúde e Bem-Estar da Batalha, iniciativa que pretendeu promover a formação e debate sobre assuntos relacionados com os serviços de assistência aos idosos, nomeadamente, na área dos cuidados continuados.
“A caminho da reabilitação” foi o tema das jornadas que integraram esta iniciativa, durante todo o dia de sábado, e que contaram com a participação de cerca de 90 pessoas. Foram 12 os especialistas convidados a falar de áreas tão diversificadas como as demências e a reabilitação cognitiva, as doenças respiratórias crónicas, a comunicação na esclerose lateral amiotrófica, novas terapias e nutrição na prevenção e tratamento de feridas, o contributo da fisiatria nos cuidados continuados, o papel da espiritualidade no acompanhamento da doença e na proximidade da morte, o papel da família e a ética do cuidar, etc.
A sessão contou com o secretário de Estado adjunto do ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, e a coordenadora regional do Centro da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, Maria José Hespanha. Segundo Carlos Monteiro, provedor da Misericórdia da Batalha, “foi importante a presença destes responsáveis para trocarmos impressões sobre o trabalho que está a ser desenvolvido no nosso Centro Hospital de Nossa Senhora da Conceição (CHNSC) e aferirmos a possibilidade de alagar os serviços prestados a novas valências”. Em declarações ao Jornal da Golpilheira, o provedor adiantou que “irá ser apresentada brevemente uma candidatura para um serviço de centro de dia para cuidados de saúde e promoção da autonomia, como complemento ao apoio domiciliário que é prestado neste momento aos utentes”. Na prática, será a garantia de transporte a idosos e doentes mais dependentes para o Centro Comunitário da instituição, onde haverá um espaço reservado aos cuidados de saúde e de reabilitação. “Já temos boas indicações dos serviços regionais e esperamos poder apresentar este serviço dentro de meses”, refere Carlos Agostinho.
Mas este I Encontro de Saúde e Bem-Estar não decorreu apenas dentro de portas. Logo na tarde de sábado, esteve instalada na praça Mouzinho de Albuquerque uma estrutura de rastreios gratuitos de hipertensão, glicemia, colesterol e outros indicadores, bem como bancas de massagens, oficinas temáticas, mostras de produtos de saúde e ajudas técnicas, venda de artesanato elaborado pelos utentes do CHNSC e também uma zona de comes-e-bebes. À noite, o conceituado grupo basco Tadusak deu um magnífico concerto para as cerca de duas centenas de pessoas que ali se encontravam.
No domingo, continuou este conjunto de ofertas na praça, com cerca de 60 pessoas a aceitar o convite para uma caminhada e muitas mais a chegar para o porco no espeto e uma tarde de animação musical e cultural.
LMF

 

Ver fotos

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.