Criação de valor em Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde

Criação de valor em Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde

A Misericórdia da Batalha, no seu papel de promotora do projecto “CARE4VALUE” – Potenciar a criação de valor em unidades de cuidados continuados integrados de saúde (UCCIS) geridos por IPSS, recebeu no passado dia 18 de Julho de 2019, no seu salão nobre, o seminário final de apresentação deste projecto, partilhando assim os principais resultados desta investigação e respectivas conclusões.
Este projecto inovador integrou uma equipa de investigação em conjunto com a Misericórdia da Batalha, nomeadamente: o Instituto Politécnico de Leiria, o Instituto Politécnico de Santarém e a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.
Feitos os cumprimentos e considerações gerais pelo provedor, Carlos Monteiro, e pelo presidente do IPL, Rui Pedrosa, e restantes representantes das instituições envolvidas, o seminário iniciou com um enquadramento de abertura ao tema “Value-based Healthcare”, por João Marques-Gomes, da Universidade Nova de Lisboa, o qual, pela sua dinâmica, desmistificou a temática e despertou o público assistente para a sua relevância.
Seguiu-se a apresentação do projecto pela equipa de investigação. O “CARE4VALUE” visa desenvolver e implementar um sistema de informação e controlo de gestão, que maximize a criação de valor (resultados em saúde por euro gasto) nas Unidades de Cuidados Continuados Integrados de Saúde. Os resultados deste projecto-piloto contribuirão para suportar a decisão por parte dos gestores e das equipas de intervenção, visando a qualidade, eficiência e sustentabilidade destas organizações.
Em jeito de encerramento, o presidente da Câmara Municipal da Batalha, Paulo Batista Santos, enalteceu esta iniciativa, não apenas pelo carácter científico, mas fundamentalmente pelo contributo da Misericórdia da Batalha no desenvolvimento social do concelho da Batalha.

Cristina Agostinho

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.