Padre Armindo é o novo pároco da Batalha

Foi anunciada a 17 de Junho a nomeação do novo pároco da Batalha, o padre Armindo Castelão Ferreira, que está há cerca de 10 anos na Marinha Grande e já passou por paróquias como Leiria, Pataias, Nossa Senhora das Misericórdias – Ourém, entre outros serviços eclesiais.
Vem, assim, substituir o padre José Ferreira Gonçalves, que foi nomeado para esta paróquia a 25 de Dezembro de 1980, portanto, há cerca de 38 anos e meio.
Mas vai também substituir o padre Clemente Dotti, que se aposenta, pelo que acumulará como pároco do Reguengo do Fetal. Esta já não é tão boa notícia, nem para os paroquianos de ambas, nem para ele, pois terá de se dividir entre múltiplas solicitações.
Quanto ao padre José, continuará por perto, já que foi nomeado capelão das irmãs do Mosteiro da Visitação, onde ficará a residir, e da Santa Casa da Misericórdia da Batalha, com serviço regular no Hospital de Nossa Senhora da Conceição, desta instituição, nas Brancas.

Encontro de apresentação

No passado dia 31 de Julho, cerca de uma centena de pessoas mais directamente ligadas aos diversos serviços da paróquia da Batalha participaram num encontro de “apresentação do pároco à paróquia e da paróquia ao pároco”, como referiu o vigário-geral da Diocese, padre Jorge Guarda, que presidiu à sessão.
O vigário-geral começou por lembrar que o governo de uma paróquia não é tarefa exclusiva do padre, cabendo ao Conselho Pastoral Paroquial e ao Conselho para os Assuntos Económicos assumir essa co-responsabilidade, bem como às comissões das igrejas não-paroquiais e aos responsáveis dos diversos serviços e movimentos serem uma ajuda para que esse trabalho seja eficaz.
Depois foi dada a palavra aos presentes, para que caracterizassem a paróquia. Foram referidos aspectos positivos, em que a paróquia tem evoluído nos últimos anos, como a animação litúrgica, a pastoral familiar, o envolvimento de muitas pessoas nos diversos sectores da pastoral e também a construção de infra-estruturas como o Centro Paroquial e o jardim-de-infância da Junta de Acção Social. Mas também preocupações, como a catequese e a pastoral juvenil, transversais a toda a Igreja dos nossos dias, e o rejuvenescimento da pastoral social e caritativa. O pároco ainda em funções resumiu: “fez-se caminho, a paróquia está muito melhor do que há três décadas, mas há sempre muito ainda a fazer”.
O novo pároco agradeceu a partilha e, após resumir o seu percurso pastoral até hoje, afirmou-se disponível para continuar este trabalho, num “horizonte a 10 anos”, tempo que considera ideal para a estadia de um pároco na mesma paróquia. “Estando já com 65 de idade, também não será de esperar mais”, brincou. Mais a sério, lembrou que “quem faz a Igreja é a comunidade e não o padre”, cabendo-lhe a missão de “celebrar os sacramentos e coordenar as restantes tarefas, distribuindo responsabilidades”. Em jeito de programa, defendeu que é preciso “equilibrar as três pernas da ‘mesa’ pastoral”: a litúrgica (celebrações), a profética (catequese e outras formas de anúncio) e a socio-caritativa (administração e caridade).

Tomada de posse em festa

A celebração de tomada de posse está marcada para o próximo dia 14 de Setembro, em feliz coincidência com a data da criação da paróquia, em 1512, e a Festa da Exaltação da Santa Cruz, seu orago. A Missa será às 19h30, no Mosteiro da Batalha, com a passagem de testemunho do padre José ao padre Armindo e as respectivas boas-vindas de toda a comunidade paroquial.
Como é tradicionalmente dia de festa da fundação da paróquia e freguesia da Batalha, haverá o habitual jantar de convívio, com porco no espeto oferecido pela Junta de Freguesia, na Praça Mouzinho de Albuquerque, a que também a comunidade cristã se irá juntar, no final da Missa.

Homenagem ao P. José

A Missa das 11h00 do domingo 8 de Setembro, no Mosteiro, será presidida pelo P. José Gonçalves. Nessa celebração será feito o agradecimento pela sua dedicação de tantos anos à paróquia. No final, haverá almoço de convívio, no Centro Paroquial, devendo os bilhetes ser adquiridos junto da comissão organizadora (966 548 940).

Na Golpilheira

Também a Comunidade Cristã da Golpilheira irá organizar uma festa com o antigo e o novo párocos, no domingo, dia 29 de Setembro. A Missa será às 12h15, seguindo-se um almoço de confraternização.
Os interessados em prestar esta homenagem ao padre José e dar as boas-vindas ao padre Armindo deverão procurar os bilhetes que, entretanto, serão disponibilizados pelas comissões das igrejas da Golpilheira e de São Bento.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.