Lágrima, um romance com raízes nos Marrazes

Lágrima, um romance com raízes nos Marrazes

Um filho morre e os pais choram. O filho é Tomás, os pais são Clara e Afonso. Ela chora como uma mãe deve chorar a morte de um filho, ele ri como se a morte de um filho tivesse graça.

“Lágrima” é o primeiro romance de André Pereira, escritor natural dos Marrazes, Leiria. Este ano, durante a pandemia, decidiu reeditar o romance, em edição de autor, mas quis adicionar-lhe algo mais. “Depois de ter esgotado a primeira edição, decidi convidar a minha amiga Sara para acrescentar algo à edição seguinte’’, explica o autor. Sara Vieira, natural de Porto de Mós, aceitou de imediato ilustrar o livro. “Juntos, criámos um livro quase novo, mantendo o texto, alterando a sua forma de o ler. Uma obra diferente daquela apresentada na primeira edição, com outra roupa, com outra cara, mas com a mesma voz’’, conclui.

O André já escreveu para televisão (“5 Para a Meia-Noite”, “Bem-vindos a Beirais”), para a rádio e para teatro. É autor de dois solos de stand-up comedy, trabalhou como jornalista na revista “Penthouse” e assinou crónicas na “FHM” e no “Público P3”. Na estante, tem dois livros da sua autoria (“Pequenas estórias de muitas vidas” e “Lágrima”) e participou em diversas colectâneas.

As obras de Sara voaram até Pequim, República Checa, Bulgária e por terras lusas de Leiria a Lisboa. Vive entre Paris e Leiria e pelas paredes vai deixando uns quadros e uns desenhos.

Ângela Susano

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.