Bombeiros da Batalha celebram 44 anos em S. Mamede

Bombeiros da Batalha celebram 44 anos em S. Mamede

Os Bombeiros Voluntários da Batalha voltaram a “descentralizar” a sua festa de aniversário, como vinha acontecendo nos anos anteriores à pandemia. Desta vez, coube à freguesia de São Mamede acolher, no dia 24 de Abril, a sessão solene do 44.º aniversário desta importante associação humanitária concelhia, no largo em frente à igreja onde decorreu a também habitual Missa de acção de graças pelo trabalho feito e em memória pelos bombeiros já falecidos. Memória, aliás, já assinalada ao início da manhã, no cemitério da Batalha, logo após o hastear de bandeiras na sede da corporação.

Voltando à vila de São Mamede, já com o efectivo em parada, a sessão iniciou-se com a tomada de posse do 2.º comandante deste corpo de bombeiros, Luís Vieira, já indigitado desde Dezembro do ano passado. E continuou com a entrega de medalhas a algumas dezenas de voluntários, uns pela entrada na corporação, outros pela subida de categoria ou ao quadro de honra, outros pela “assiduidade e dedicação” ao longo de 5, 10, 20, 25 ou 30 anos. Destaque para a medalha de “serviços distintos” a Joaquim Ribeiro dos Santos, bombeiro de 1.ª classe do quadro de honra, com 37 anos de serviço a esta causa de “servir, sem olhar a quem”.

Além do comando e dos órgãos sociais da Associação, marcaram presença os presidentes da Câmara e das juntas de freguesia do Concelho e representantes Falou o presidente da Assembleia Geral, António Lucas, o comandante, Hugo Borges, o presidente da Direcção, Jorge Novo, o comandante Mário Bruno, em representação da Liga dos Bombeiros Portugueses e da Federação dos Bombeiros do Distrito de Leiria, o 2.º comandante Ricardo Costa, do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria, e por fim Raul Castro, presidente do Município da Batalha.

Todos sublinharam a importância primordial desta associação no contexto concelhio, como força de cuidado e socorro à população, bem como o exemplo de qualidade, formação, dedicação e entrega dos soldados da paz que a integram, com o importante apoio e suporte dos seus familiares. Nesse sentido, houve parabéns, agradecimentos, incentivo a continuarem nesse serviço abnegado, bem como promessas de colaboração e de financiamento para que o possam fazer com os meios materiais e humanos necessários.

LMF

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.