>Como prevenir pandemia de gripe

>Como prevenir pandemia de gripe

>Cruz Vermelha informa

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) tem à venda uma brochura informativa, com oferta de um termómetro digital, disponível nas bancas de jornais e revistas, com um custo de 5 euros. A venda reverte para o Fundo de Emergência da CVP, lançado recentemente com o slogan “Ajude-nos antes, para ajudarmos depois”. A brochura apresenta medidas simples que podem prevenir ou atenuar as consequências da eventual pandemia e estão ao alcance de todos, e que vão da lavagem correcta das mãos até à criação de uma reserva de sobrevivência em casa, passando pelos cuidados a ter com as crianças ou no trabalho.
Esta iniciativa surge no âmbito da Agenda Global da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho para a “redução do impacto das doenças e das emergências de saúde pública e a redução do número de mortos, doentes e feridos resultantes das catástrofes em geral”.
A OMS definiu 6 fases de alerta pandémico, procurando informar o mundo da gravidade da ameaça e da necessidade de intensificar as actividades de preparação. Cada fase de alerta coincide com um conjunto de actividades recomendadas. A mudança de uma fase para outra é determinada por diversos factores, incluindo o comportamento epidemiológico da doença e as características dos vírus em circulação. O mundo está presentemente na fase 3: um novo sub-tipo do vírus da gripe está a causar a doença em humanos, mas ainda não se transmite eficientemente e de forma sustentada entre humanos. No que respeita ao último surto de gripe das aves provocado pelo sub-tipo H5N1, são já conhecidos 111 casos e 76 mortos em 2006.
Dada a imprevisibilidade do comportamento dos vírus da gripe, não é possível prever nem o momento, nem o grau de severidade da próxima pandemia. Quando surgir uma pandemia de gripe, a propagação global será inevitável. No entanto, a população pode diminuir o risco de contágio, e consequentemente o impacto da pandemia, se as pessoas estiverem informadas e preparadas.

Fundo de Emergência CVP
O Fundo de Emergência da CVP tem por finalidade criar as condições necessárias para que, numa situação de emergência nacional ou internacional resultante de catástrofes, possa intervir de forma rápida e eficaz junto das pessoas que têm a sua a vida, saúde ou dignidade ameaçadas. Poderá enviar o seu donativo por Multibanco (pagamento de serviços > referência 20999 > entidade 999 999 999 > montante que desejar), por depósito ou transferência bancária (contas “CVP – Fundo de Emergência” abertas em vários bancos), por cheque, vale postal ou autorização de débito directo. Informações: 760202222 ou www.cruzvermelha.pt.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.