>Ser saudável

>Ser saudável

>Ter saúde é, certamente, um dos seus desejos para este novo ano. O que podemos fazer para que este desejo seja mais fácil de concretizar? Nenhum de nós está livre da doença, mas todos podemos ser um pouco mais saudáveis. Os cuidados gerais de saúde podem-se dividir em cinco grupos: alimentação, repouso, exercício físico, saúde mental e conhecimento do corpo.
Uma alimentação saudável baseia-se na variedade. Exceptuando em caso de doença, podemos comer de tudo, desde que seja com moderação. Isto é, decidir a refeição de hoje, tendo por base a refeição anterior: se ontem comeu carne, hoje coma peixe, e assim sucessivamente. Devem ser realizadas três refeições principais (pequeno-almoço, almoço e jantar) e refeições intermédias (lanche da manhã, lanche da tarde e ceia), consoante as necessidades. O almoço e o jantar devem ser sempre iniciados com sopa, pois esta fornece grande parte dos vegetais essenciais. Todos os pratos devem ser acompanhados com legumes e certifique-se de que no seu prato existam, pelo menos, três cores (é um indicador muito simples da qualidade da sua refeição). Muito importante é a água: devemos beber, pelo menos, um litro e meio por dia.
Relativamente ao repouso (tempo de dormir), é fundamental guardar as oito horas de sono por noite. Enquanto dormimos, o nosso corpo realiza actividades reparadoras e, principalmente, o nosso cérebro armazena e filtra toda a informação do dia, sendo, assim, fundamental para a saúde mental. A qualidade do sono também é importante, pois o colchão, a almofada, a luz e o barulho fazem com que as horas de sono sejam ou não reparadoras. Neste aspecto, é fundamental conhecer os seus hábitos de sono e, sempre que possível, fazer tudo o necessário para ter umas horas de sono reparador.
Todos sabemos dos benefícios do exercício físico. Este deve acompanhar o nosso dia-a-dia. Exercícios simples, como caminhadas, escolher as escadas em vez do elevador, brincar com o filho, entre tantas outras actividades que exercitam o corpo e que trazem satisfação.
Esta satisfação é fundamental para a saúde mental, que incorpora os sentimentos acerca de si, sentimentos acerca dos outros e a capacidade para enfrentar e lidar com as exigências da vida. Reconhecer o lado bom da vida e realizar actividades que nos fazem sentir bem (sejam elas ver televisão ou passear com a família) são princípios que contribuem para a sua saúde mental.
Na altura da doença, o corpo envia-nos sinais e, para qualquer tratamento, é importante reconhecer esses sintomas. Assim, para detectar mais facilmente as alterações do corpo, é necessário conhecer as suas formas, o modo como funciona, os seus hábitos, etc. É importante conhecermo-nos o melhor possível para que, quando alguma coisa não estiver bem, nos possamos dirigir ao médico, a fim de perceber essa alteração.
Tente sorrir todos os dias e pensar no seu corpo e mente, para assim ser mais saudável….

Ana Maria Henriques
Enfermeira

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.