>Demanda – ou a cor nunca vista

>Demanda – ou a cor nunca vista

>Manuel Monteiro
Editora Ficções Média
Este livro imerge o leitor no dilema psicológico da personagem e da sua constante metamorfose na busca de Sofia, na demanda platónica de alcançar o que é belo, livre, puro. Daniel vive a demanda, segundo o embalo de uma memória à semelhança de um sonho de criança, que se funde com a busca de sentido e visão do mundo a que a personagem aspira. A caça ao tesouro que se confunde com uma caça às bruxas. O impasse e a dúvida transfiguram o real, no qual as situações que se lhe deparam sugerem uma alegoria da sua vivência interna. O leitor, sugado para o mundo mental de Daniel, oscila com a personagem, deixando-se andar à deriva dos seus pensamentos e dúvidas.
O livro amplia o conceito de amar, jogando-o com a experiência do ser, com um estilo literário inovador e recorrentemente poético, potenciando o encontro do leitor com o que a personagem sente, pensa, com a sua angústia e o seu encantamento.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.