>Palavras

>Palavras

>Chorei
Sem ter nome para te dar
Dei a mão a quem amei
Acabei a chorar.
Perdi a calma
Sofri sem razão
Libertei minha alma
Mas entreguei meu coração.
Hoje já se encontra debilitado
Deixa-me aos poucos partir
Hoje não te tenho a meu lado
A vida vai deixando de sorrir.
Já bastante cansado
O tempo já é curto e perdido
O rosto mostra-me desanimado
Mas de ti jamais esquecido.
Se a vida é boa
Acabamos por ser invejados
Que a barriga não doa
A quem nos faz amargurados.
Palavras a quem merece que lho diga
Sem querer ofender a quem ofende
Que encha enquanto puder a barriga
Já quem em palavras não se defende.
José António Carreira Santos

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.