>Carnaval na Golpilheira

>Carnaval na Golpilheira

>A tradição na Golpilheira parece já não ter a força que tinha. Ou então, foi a crise que levou as pessoas a ficar por casa e a não ter vontade de participar no divertimento.
Se no desfile da Batalha, este ano, a nossa colectividade não marcou presença, cá pela freguesia também não se viu sinal de Carnavais. No CRG, marcou-se um baile para o Domingo Gordo, veio uma banda do Porto, com boa qualidade técnica e até belas bailarinas… mas ninguém apareceu para dançar. Passaram meia dúzia de pessoas por lá, mas como não havia “ambiente”, acabaram por sair. E a banda tocou para a sala vazia, até perto da meia-noite.
Restou-nos o colorido dos mais pequenos, tanto no corso da Batalha, como nas ruas da nossa terra, onde fizeram um pequeno passeio na sexta-feira. Primeiro foram os do jardim-de-infância a visitar a escola do Paço, depois foram o do 1º ciclo a retribuir a visita. As fantasias foram muitas, sobretudo, dos seus heróis favoritos.

Texto e fotos
Luís Miguel Ferraz

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.