>Vinha | A viticultura moderna

>Vinha | A viticultura moderna

>Ao falarmos da viticultura, estamos a falar de uma ciência que estuda as melhores técnicas para produzir uvas, que se podem destinar ao fabrico de vinho, uvas para consumo, vulgarmente chamadas uvas de mesa, ou uvas para passas.
Por isso, antes de instalarmos uma vinha, devemos ter em atenção vários aspectos: o sítio onde a vamos instalar; o que pretendemos produzir (se vinho e que tipo de vinho, se uva de mesa ou uvas para passas).
Devemos também fazer análises ao terreno, para nos indicar: qual o adubo mais indicado; as correcções a efectuar, nomeadamente ao teor do ph; que tipo de porta-enxerto mais adequado para o solo onde desejamos instalar a vinha; as desinfecções, se for o caso.
É de interesse do agricultor recorrer a empresas das diversas especialidades, nomeadamente, as certificadas em produção de plantas, com a garantia de que as videiras enxertadas ou os porta-enxertos correspondem ao aconselhado e isentas de vírus e de doenças, nomeadamente “pé negro”, esca, escoriose, eutipiose, etc.
Se o terreno já era de vinha, deve fazer-se uma surriba (no Douro chama-se ensaibramento) durante o verão, só devendo plantar-se novamente vinha passados pelo menos 3 anos. As surribas devem ser profundas, mas sem alterar a estrutura do solo e, se possível, aproveitar esta operação para fazer as correcções necessárias.
Como tenho dito, aos poucos vou abordando estes assuntos vitícolas, durante mais algum tempo.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.