>Centro Recreativo da Golpilheira… 40 anos de vida!

>Centro Recreativo da Golpilheira… 40 anos de vida!

>O Centro Recreativo da Golpilheira esteve em festa, nos passados dias 11 a 13 de Julho, num ano em que comemora o seu 40º aniversário de fundação.
O primeiro dia foi marcado pela estreia da equipa de “Velhas Glórias” da Golpilheira, que irá participar no torneio distrital de veteranos, e pelo XX Festival de Folclore do rancho da colectividade, “As Lavadeiras do Vale do Lena”, que este ano teve como convidados os ranchos folclóricos de Santo António da Covilhã (Beira Baixa), “Os Fontineiros da Maia” (Douro Litoral Norte) e de Torres Novas (Ribatejo).
No domingo, pela manhã, foi celebrada missa por alma dos sócios já falecidos e, durante a tarde, decorreu a já tradicional corrida de carros de rolamentos “Rodas de Aço”. Na sua 9ª edição, esta divertida prova decorreu em três rampas da freguesia, que se encheram com algumas centenas de pessoas. A boa disposição reinou e não houve qualquer incidente a registar. À noite, subiu ao palco o duo Elsa e Marina, mas a grande protagonista acabaria por ser a indesejada chuva, que afastou bem cedo a maioria das pessoas que enchiam o arraial.
Na segunda-feira, já com o bom tempo de regresso, estranhou-se a pouca participação no tradicional jogos da corrida de frangos, apenas com cinco interessados em levar os pintos para casa. À noite, o duo Bruno e Matias animou o arraial, já mais composto, até que o fogo de artifício deu por terminada a festa.
Como nota geral, notou-se uma participação um pouco mais reduzida do que em anos anteriores. Talvez pela crise que afecta as famílias e que leva muitas pessoas a cortar despesas e saídas de casa… talvez pelo momento financeiro complicado que a associação atravessa e que esgota por completo os seus dirigentes, sem tempo para pensarem em “grandes festas” ou programas mais apelativos… talvez porque a conjuntura social deixa menos espaço ao convívio e à alegria. O certo é que ficou alguma saudade daqueles grandes festejos que marcavam esta data especial na nossa freguesia. E foi pena, pois os 40 anos do CRG mereciam mais empenho por parte dos sócios…

Texto e fotos:
Luís Miguel Ferraz
Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.