Covid-19: Batalha sem doentes confirmados no início da fase de mitigação

À entrada da fase de “mitigação”, a 26 de Março, segundo informação da autoridade de saúde local, o concelho da Batalha ainda não regista qualquer caso confirmado da doença Covid-19, embora estejam 19 pessoas em vigilância e tenhamos a lamentar o falecimento de um batalhense que morava em Oliveira do Bairro.

Estes dados foram adiantados pelo Município da Batalha, ao final do dia de quinta-feira, lembrando que “esta morte e os casos já confirmados na nossa região confirmam as nossas preocupações e reforçam a importância de termos antecipado algumas medidas de prevenção e do suporte às autoridades locais de saúde, que visam melhor defender a população para o enorme desafio que todos temos pela frente”.

A entrada da nova fase de combate ao vírus, a nível nacional, é motivo para lembrar que “a partir hoje iremos viver um período ainda mais exigente e de maior risco comunitário de contágio pelo novo Coronavírus, ou covid-19”, refere Paulo Santos, presidente da autarquia. “Por isso, os próximos dias serão decisivos para contermos a pandemia do Coronavírus e proteger a saúde de cada um de nós e da comunidade em geral”.

Em resposta local, a autarquia colocará a funcionar, a partir de 30 de Março, uma área dedicada à despistagem da covid-19, junto ao Centro de Saúde da Batalha. Instalada sob a coordenação das autoridades de saúde e outras entidades, aí será feito o atendimento a quem sentir sintomas da doença. Para aliviar este Centro, uma parte do serviço regular passa para o Centro de Saúde de São Mamede.

Entretanto, “continuaremos as operações de higienização em todas as freguesias, o apoio aos nossos idosos e população em geral, entre outras ações, mas para esta luta precisamos muito do apoio de todos e da responsabilidade dos nossos concidadãos”, alerta o mesmo comunicado, lembrando que “nesta fase, esse apoio só pode ser garantido se cada um nós cumprir a sua parte, pedir a todos que permaneçam em casa, reduzir ao mínimo as saídas a fim de minimizar do risco de contágio”.

O presidente frisa que “todos somos importantes nesta campanha de sensibilizar as pessoas a cumprirem as recomendações da DGS e obrigatoriamente a cumprirem as regras de afastamento e quarentena sociais, ficando em casa” e reforça a mensagem de confiança: “Acreditem, passada esta tempestade, ficaremos bem e novamente juntos para festejar a alegria da vida”!

Para esclarecimento da população quanto ao
atendimento médico, deixamos este folheto:

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.