Apresentação do Percurso Pedestre “Trilhos da Raposa” na Golpilheira

Apresentação do Percurso Pedestre “Trilhos da Raposa” na Golpilheira

Foi oficialmente inaugurado, no dia 5 de Junho, o percurso pedestre “Trilho da Raposa”, na freguesia da Golpilheira.

Com uma extensão de 7,5 km, formato circular e com grau de dificuldade “acessível”, a fazer em cerca de uma hora e meia, este é o 6.º e mais recente percurso homologado no concelho da Batalha, com sinalética adequada e piso alternado entre terra batida e asfalto. Percorre as mais belas paisagens da freguesia, por montes e vales, que incluem mata, terrenos agrícolas, pomares, vinhas e olivais, especialmente férteis no frondoso vale do Lena. Passa, também, por alguns dos pontos mais emblemáticos: a igreja de Nossa Senhora de Fátima (séc. XX), que, entre outros pormenores, exibe belos e artísticos vitrais; as históricas igrejas do Senhor Bom Jesus dos Aflitos (séc. XV) e de São Bento (séc. XVI); o cemitério; as fontes do Casal Benzedor, Cividade, Casal de Mil Homens e Baçairo; os lavadouros da Golpilheira e da Cividade; o moinho de vento (que é pena estar em ruína), etc.

Mais de 250 pessoas, de todas as idades (os mais novos bebés de colo e a mais velha com cerca de 80 anos), quiseram participar neste primeiro passeio, que terminou num almoço volante de convívio (caldo verde e bifanas) oferecido pela Junta de Freguesia, organizadora do evento com a Câmara Municipal. Não faltou a animação, com a presença do artista escocês/leiriense Johnny Serra a “aparecer” em vários pontos do percurso, trajado de kilt e com a sua gaita-de-foles a dar alento musical aos caminhantes.

A iniciativa contou com apoio do Centro Recreativo da Golpilheira, na cedência de infra-estruturas e na confecção do almoço, e também com as comissões de festas das igrejas da Golpilheira e de São Bento para este ano de 2022, que estiveram no local com bancas de venda de sobremesas e bebidas, respectivamente.

Segundo o presidente da Junta, José Carlos Ferraz, “iremos ainda melhorar alguns troços deste caminho e contamos com todos para que possa ser preservado e usado pela população e por quem nos queira visitar, usufruindo da natureza e do património da freguesia, enquanto pratica o saudável exercício da caminhada”.

LMF

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.