Editorial 237 – Março de 2017

A edição deste mês abre com um apelo. Trata-se de uma oportunidade única para a Comissão da Igreja conseguir acabar a obra que começou, no restauro da Igreja de Nossa Senhora de Fátima. A colocação de vitrais ficou pendente, por ser uma intervenção cara e não se querer “dar o passo maior do que a perna”. Ainda há dívidas e não podem ser contraídas mais. Assim, a verba do Orçamento Participativo da Câmara Municipal seria a solução (quase toda).

Sendo um projecto que alcança também a dimensão turística e de enriquecimento do património local e concelhio, esta seria uma conquista que dignificaria toda a população – e não apenas os crentes. E está nas nossas mãos alcançar o objectivo. Não basta que votemos, mas que ajudemos a votar os familiares, amigos, vizinhos, emigrantes e conhecidos em geral. O projecto vencedor do ano passado conseguiu cerca de 650 votos… há que trabalhar para chegar lá. E é só até 16 de Abril.

No Centenário das Aparições, com a graça da visita do Papa Francisco, esta seria mais uma boa “prenda” para Nossa Senhora de Fátima, enriquecendo esta igreja que lhe é dedicada. Vamos tentar dar boas notícias na edição de Maio.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *