Entrevista aos cabeças-de-lista à Câmara Municipal da Batalha

As 9 perguntas apresentadas abaixo foram enviadas por email aos candidatos. A ordem de publicação é também aquela em que aparecerão nos boletins de voto à Câmara Municipal.

Perguntas:

1. Convidam-no para escrever o prefácio de um livro de promoção do concelho da Batalha. Como seria o seu primeiro parágrafo?

2. Imagine que o concelho tem um “livro de reclamações” e decide ir apresentar a sua “queixa”. O que escreveria?

3. Decide redigir um manual de cidadania para oferecer aos batalhenses. Qual seria o primeiro artigo dessa lista?

4. Se tivesse de pintar um mural na vila, a representar a sua visão para a Batalha, que imagens e lemas decidiria inscrever?

5. Qual a frase de que mais gosta nos folhetos da propaganda eleitoral que está a distribuir?

6. Se tivesse de gravar numa lápide de pedra uma única promessa eleitoral, para ficar sempre visível na fachada da Câmara, o que mandaria colocar?

7. Faz uma viagem pela Golpilheira e convidam-no a deixar um testemunho no “livro de visitas”. Como resume o que viu?

8. No regresso, decide enviar um email ao presidente da Junta de Freguesia, para lhe dizer o que mais gostou e o que acha que faz falta e em que o quer ajudar a resolver…

9. Por fim, escreva o que significa o lema que escolheu para a campanha deste ano.

 

CDU – Trabalho, Honestidade, Competência
José Valentim

1 – As gentes do concelho da Batalha gravaram importantes momentos da nossa história comum. A ocupação humana encontra vestígios desde a pré-história, passando pela presença romana. As lutas pela independência e a ocupação das forças de Napoleão marcaram a capacidade de resistência de um povo que sabe que o futuro será feito pelas suas mãos.

2 – Um futuro de progresso exige: Apoio à fixação de novas actividades económicas e industriais, promover emprego de qualidade, garantir a água como bem público, salvaguardar os aquíferos e a qualidade da água, garantir a qualidade ambiental. Conclusão da rede de esgotos e promover a ligação das todas as habitações à rede. Apoiar as estruturas dos agricultores e a defesa da floresta e desenvolvimento do mundo rural, desenvolvimento das actividades económicas com relevância para o turismo e turismo rural. Rede de equipamentos colectivos valorizando o ensino e qualificação, a assistência, cultura e desporto, inseridas na comunidade e garantir a sua gestão e participação organizadas. Criação de um pólo de apoio às colectividades na vila da Batalha, à formação e à qualificação, à terceira idade e à juventude, valorizar o património popular, cultural, paisagístico e arquitectónico, estimular a convivência comunitária, reforço da coesão social e da ligação do cidadão ao meio, valorizar os espaços urbanos, garantir a qualidade arquitectónica dos projectos de construção, o equilíbrio das funções urbanas, a mobilidade e acesso de pessoas com deficiência.
Melhorar a qualidade e frequência dos transportes públicos, adequados às necessidades das populações, respeitando o direito de acesso aos portadores de mobilidade reduzida. Requalificar a rede viária, construir novas vias de acordo com as necessidades das populações. Criação de ciclovias nos percursos de maior utilização. Melhorar a segurança no IC2, pugnar pela utilização da A19 sem custos. Novas ligações ao IC9 na freguesia de São Mamede e ligação deste à A1. Debelar a poluição sonora e ambiental provocada pelo trânsito do IC2 na vila.
Abertura do Serviço de Atendimento Permanente no Centro de Saúde da Batalha, melhoria das condições nos serviços em todo o concelho e garantir o funcionamento do serviço de saúde na Golpilheira devidamente dotado de corpo clínico.

3 – Todo o cidadão tem direito a apresentar as suas pretensões e atendido em prazo razoável.

4 – A capacidade de criação e transformação características das gentes, a paisagem, a monumentalidade, a perseverança.

5 – CDU, a Força Necessária no Concelho e no País.

6 – Sempre, sempre ao serviço da população.

7 – O grande desafio para o futuro: Igualdade no direito e acesso à saúde, ao ensino, à cultura, à fruição e tempos livres, ao apoio à infância e à terceira idade, à mobilidade e à elevação da qualidade de vida da população.

8 – Considerando tudo o que acima referi, pode V. Exª. contar sempre com a minha colaboração interessada.

9 – O compromisso com os interesses da população do concelho.

 

CDS – Batalha no Coração
Horácio Francisco

1 – O imponente Mosteiro da Batalha, numa demonstração de serenidade e força, prova-nos, todos os dias, que podemos vencer qualquer luta por mais poderosos que sejam os inimigos.

2 – Urge proibir o trânsito de pesados nas imediações do Mosteiro, sob pena de o degradarmos de modo irreversível. É premente acabar com a demagogia e hipocrisia política actual.

3 – Que o orgulho de seres “batalhense” não te envaideça, antes te torne humanista, responsável e solidário. Que tenhas orgulho na História, interesse na Arte, amor pela Educação e Cultura e respeito pelo Ambiente.

4 – IMAGEM: O Mosteiro da Batalha. FRASE: “Orgulho dos nossos antepassados, crer com esperança nos vindouros”.

5 – “Somos uma equipa com provas dadas e capacidades demonstradas a nível profissional e empresarial, sem vícios políticos, jovem, coesa, forte, com “garra” e, para além de tudo, determinada e dinâmica.

6 – Honrar o Passado. Trabalhar no Presente. Preparar o Amanhã, com honestidade e determinação.

7 – O associativismo e bairrismo da Freguesia deveriam ser exemplos a seguir em todo o concelho. Tenham orgulho na História, interesse na Arte, amor pela Cultura e respeito pelo Ambiente.

8 – Infelizmente, por muito que queira fazê-lo, é difícil elogiar uma medida tomada pelos responsáveis da actual Junta de Freguesia, que tenho de criticar por alguma inércia.
Faz falta reactivar o Posto Médico – com todas as valências que já teve – e criar um Posto de Correios e uma Pay Shop na Sede da Junta. Medidas que estarão entre as prioridades do actual candidato pela lista “Batalha no Coração”, que as concretizará tão logo tome posse como novo Presidente dessa autarquia.

9 – Proximidade aos Munícipes, com coerência, dignidade, seriedade, honestidade, rigor, respeito e responsabilidade. Única forma de nos terem no coração.

 

PSD – A Batalha tem futuro
Paulo Santos

1. Venha descobrir a Batalha, uma terra de contrastes que lhe oferece o melhor do património, da cultura e da natureza. Onde pode descobrir as raízes da nossa nacionalidade, o melhor da nossa gastronomia e um património cultural inigualável. Contagie-se pelo espírito afável das gentes da Batalha que lhe apresentarão o que de melhor oferece o Concelho.

2. Que é tempo do nosso rio Lena estar despoluído e livre de descargas ilegais de alguns – poucos – prevaricadores que insistem em prejudicar um recurso da maior importância para a sustentabilidade ambiental e o futuro saudável da Batalha. Que a Golpilheira deverá incentivar os proprietários à reabilitação dos imóveis degradados e promover a fixação dos jovens.

3. Exigir dos seus representantes políticos o dever da competência e da honestidade. Rejeitar a demagogia de quem promete tudo a todos, mesmo sabendo que jamais poderá cumprir. Reclamar que o exercício de funções públicas seja orientado por valores éticos e de responsabilidade. Apelar à participação cívica de todos no acompanhamento dos projectos da comunidade.

4. Viver com Qualidade e Ser Feliz no Concelho da Batalha. Uma imagem de uma terra que combina séculos de história com a ambição de conseguir um desenvolvimento harmonioso e dotado de equipamentos modernos e acessíveis a todos.

5 Desde 2013 que trabalhamos para dar lugar a um programa e a uma estratégia que construímos em conjunto para a nossa terra. Nesse período, ficámos a saber que a Batalha é um dos 10 concelhos com maior dinamismo económico, num estudo publicado pela Marktest. Em 2016, a Batalha foi o 15.º município que apresentou menor endividamento e subiu 8 posições no ‘ranking’ dos municípios portugueses com maior eficiência financeira.
Este é apenas o início de um projecto de esperança que, num segundo mandato, se merecermos a confiança dos eleitores, queremos continuar e reforçar, para que os batalhenses tenham cada vez mais orgulho no seu concelho.

6. Ao serviço das pessoas. Porque são as pessoas o centro da actividade pública e só com a sua confiança é possível construir políticas sólidas que possam contribuir para o desenvolvimento sustentável dos territórios.

7. Golpilheira, uma terra com ambição, de gente dinâmica e que ao longo da sua história sempre soube congregar vontades para afirmar a sua cultura, tradições e desenvolver projectos comuns. Golpilheira, espaço de solidariedade humana que mobiliza vontades para ajudar aqueles que mais precisam. Golpilheira, lugar de beleza que conjuga o esplendor do rio Lena com a harmonia das suas terras férteis.

08. Felicito a freguesia pelos notáveis empreendimentos realizados pela população, nas igrejas e centro recreativo, felicito a freguesia pelo excelente pavilhão desportivo que recebeu, felicito a freguesia pela reabertura do Centro de Saúde, felicito a freguesia pela dinâmica dos seus empresários e pela generosidade das suas gentes.
Desejo ajudar na reabilitação das inúmeras habitações degradadas, desejo contribuir para a valorização dos centros cívicos dos lugares da freguesia, ambiciono realizar uma eco-pista ambiental entre a freguesia e a vila da Batalha.

9. Pela simples razão de que o projecto autárquico proposto pelo PSD, e que tenho a honra de liderar no Concelho da Batalha, assenta numa visão de prosperidade, esperança e futuro.
“Batalha tem Futuro” não é apenas um lema, é uma ambição e um programa sólido de propostas que desejamos realizar em prol do desenvolvimento da nossa terra.

 

PS – Batalha melhor
Carlos Repolho

1 – O concelho da Batalha é dotado de um singular património natural, histórico, cultural, desportivo e gastronómico, cujo percurso histórico se situa entre o legado romano, passando pela consolidação do reinado português e consequente afirmação de um povo até a actualidade. Este é, acima de tudo, um território que convida à descoberta da identidade cultural de um povo e é simultaneamente um apelo da natureza à sua própria riqueza e diversidade, que transborda na alma das suas gentes.

2 – Creio que, prioritariamente, assinalaria a necessidade de requalificar o acesso e o estacionamento do Centro de Saúde da Batalha, assim como será urgente prever um sistema de saneamento básico mais eficiente e abrangente, e todos os outros pontos já sinalizados no folheto de campanha.

3 – Todo o Munícipe batalhense tem o direito e o dever da informação plena sobre a gestão deste concelho, assim como é corresponsável pela dimensão da sua participação e contribuição crítica para o debate salutar e produtivo.

4 – A imagem poderia albergar feições do Mosteiro, mais propriamente dos vitrais, da Ponte da Boutaca, da Cruz de São Jorge, também do calcário do Maciço Estremenho, dos moinhos, do resplandecente rio Lena, dos fetos, do milho, do trigo, passando também pela representação da afabilidade tão característica dos batalhenses… Com efeito, o concelho da Batalha é também prodigioso em artistas e artesãos locais, pelo que este poderia ser um bom projecto a desenvolver em cada freguesia.

5 – “Como candidato, entendo que devo ouvir todos e quero, como Presidente, estabelecer proximidade com todos”.

6 – Não creio que mandasse lapidar qualquer promessa eleitoral. O nosso pressuposto é o de efectivamente realizar acções e não promessas.

7 – A Golpilheira é uma freguesia particularmente antiga, cujas origens e vestígios remontam à época romana. Não obstante esse imaginário para o qual somos imediatamente reportados, existe todo um conjunto patrimonial de outras épocas, extremamente rico, como é, por exemplo, a Igreja do Bom Jesus dos Aflitos. Cumpre-me destacar que é uma freguesia cuja união do seu povo transmite, a quem a visita, um carácter de grandeza e agilidade que se manifesta sobretudo no envolvimento e concretização dos objectivos colectivos comuns, que quase nos obriga a permanecer neste lugar de histórias de vida carregadas de sentimento. Diria que esta é uma freguesia onde se vive e aprende a comunhão, seja humanamente seja através do seu território.

8 – Creio que há, neste momento, um conjunto de serviços que podem e devem ser tanto criados como melhorados, para usufruto e bem-estar da população. Assim como outras melhorias que deveriam ser previstas num plano de concertação com as demais Juntas de Freguesia que limitam com a Golpilheira e com o próprio Município. A meu ver, há também um projecto antigo de requalificação sobre a paisagem natural do Vale do Lena, que faz cada vez mais sentido procurar adaptar e concretizar. Seria uma forma de valorizar uma população que permanentemente valoriza o seu concelho. Além disso, a própria dinamização cultural da freguesia deveria estar já agregada à estratégia de optimização e promoção turística do concelho, à semelhança do que acontece com o Reguengo do Fetal.

9 – Com este lema de campanha, pretendemos propor aos batalhenses melhor qualidade de vida, melhores serviços públicos prestados à população, melhor gestão dos recursos municipais, melhores decisões, melhor futuro… fundamentalmente, uma “Batalha Melhor”.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *