>Carla Ferreira vence “Engenho e Arte”

>Carla Ferreira vence “Engenho e Arte”

>Com a representação do estádio de Coimbra

O júri do concurso “Engenho e Arte”, evento que contou com o apoio do Jornal da Golpilheira, atribuiu o primeiro prémio à coimbrã Carla Ferreira, pela representação artística da obra do estádio municipal da sua cidade. Para além da distinção obtida de entre os cerca de 30 participantes, a vencedora recebeu ainda um prémio monetário de 15 mil euros.
Os resultados da primeira edição deste certame foram anunciados numa sessão solene, realizada no passado dia 30 de Abril, no hotel Eurosol Residence, em Leiria. O júri atribuiu ainda menções honrosas e um prémio de 2500 euros às categorias que estavam a concurso: Ana Patrícia Sousa, de Tomar, recebeu a menção honrosa “Construção Civil”, pela representação do Hospital Nossa Senhora da Graça; Susana Isabel Rosa, de Abrantes, recebeu a menção honrosa “Ambiente”, pela representação do Parque de S. Lourenço; e Miguel José Fazenda, da Batalha, recebeu a menção honrosa “Vias de Comunicação”, pela representação da Ponte da Boutaca.
A melhor representação artística apresentada por cada município mereceu também um prémio de 2000 euros. Os vencedores foram: Eusébio de Almeida, de Abrantes, com a representação do Laboratório Logos; Rui Dias Ferreira, da Batalha, com a representação da Ponte da Boutaca; Valdemar Mendes, de Coimbra, pela representação do Estádio Cidade de Coimbra; João Soares de Abreu, de Leiria, com a representação do Estádio de Leiria; Luís Ribeiro Alves, de Ourém, com a representação do Mercado Municipal; Sandra Isabel Silva, de Tomar, com a representação do Parque de Estacionamento da Praça da República; e Helena Cabeleireira, de Torres Novas, com a representação das obras de Torres Novas.
Na ocasião da entrega de prémios, António Barroca Rodrigues, presidente do Conselho Geral do Grupo Lena, promotor do evento, afirmou que, de entre os projectos desenvolvidos pelo Grupo para o envolvimento das comunidades, “o concurso ‘Engenho & Arte’ foi dos que mais atenção exigiu, não só pela qualidade artística que se esperava, mas também pelas parcerias que fomos fortalecendo com os sete municípios que connosco acreditaram que pintar cidades seria possível”. Barroca Rodrigues acrescentou ainda que “hoje não é apenas o dia em que anunciamos os vencedores, é também a oportunidade de anunciar a obra de todas as obras, o livro do ‘Engenho & Arte’, que será lançado brevemente em parceria com as câmaras”.
Recorde-se que esta foi uma iniciativa de promoção cultural e responsabilidade social do Grupo Lena, visando premiar os artistas plásticos que aceitassem representar obras de engenharia construídas nos referidos municípios. A este concurso concorreu quase uma centena de artistas plásticos, dos quais foram seleccionados cerca de um terço para a fase final, tendo sido expostas as suas obras, desde Janeiro até Abril, numa mostra itinerante que percorreu todos os concelhos que aderiram ao projecto.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.