Câmara entregou primeiros equipamentos de tele-assistência domiciliária

Câmara entregou primeiros equipamentos de tele-assistência domiciliária

A Câmara da Batalha já entregou os primeiros equipamentos de assistência domiciliária permanente destinados a responder a qualquer situação de emergência, através de um sistema de comunicação rápido e seguro, sem a necessidade da existência de um telefone ao alcance da mão. Na prática, é um dispositivo fixo e um botão de emergência numa pulseira à prova de água, com um alcance de 200 metros, ligados a uma central telefónica que regista e acompanha as diversas solicitações dos utentes, tais como situações de emergência, envio de médicos, solicitação de ambulância, bombeiros e polícia, ou ainda o contacto com familiares ou terceiros.
O serviço é prestado 24 horas por dia, 365 dias por ano e destina-se à população mais idosa, ou em situação de dependência. O projecto em causa visa proporcionar segurança e tranquilidade, quer aos idosos e quer aos familiares, abrangendo, numa primeira fase, 40 utentes, podendo o número ser aumentado em função da procura e da qualidade do serviço.
O presidente da Câmara Municipal da Batalha refere em comunicado que a ideia é “evitar ou retardar o recurso à institucionalização, bem como proporcionar uma resposta imediata em situações de emergência e de combate à solidão”. Para Paulo Batista Santos, esta é mais uma medida de acção social que visa a melhoria da qualidade de vida e bem-estar dos idosos, na linha de outras que o município tem adoptado para “inverter as dinâmicas de exclusão social”.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.