Mosteiro da Batalha sistematiza fontes manuscritas dos séculos XIV e XV sobre o monumento

Mosteiro da Batalha sistematiza fontes manuscritas dos séculos XIV e XV sobre o monumento

O Mosteiro da Batalha colocou à disposição do público informação sistematizada sobre as fontes manuscritas dos séculos XIV e XV relativas a esse monumento classificado como Património Mundial da UNESCO.

“Consiste em listas de documentos escritos, guardados maioritariamente em arquivos nacionais, que acabaram de ser disponibilizadas no sítio ‘web’ do Mosteiro da Batalha, sob a forma de ficheiros em formato PDF”, explicou hoje à agência Lusa Pedro Redol, conservador no Mosteiro da Batalha.

Segundo Pedro Redol, “estas listas contêm as coordenadas espaciotemporais de cada documento, um resumo do seu conteúdo, a cota do arquivo em que se guarda, indicação de transcrições, no caso de existirem – e existem muitas -, e hiperligação para a digitalização do documento, sempre que o arquivo a tenha disponibilizado ‘online'”.

Aquele responsável adiantou que por resultar de um levantamento exaustivo, feito previamente, “este tipo de informação permite fazer uma ideia rápida da documentação que existe, bem como do seu conteúdo, sem ter que se ler cada documento integralmente”.

“A leitura de documentos medievais e pós-medievais requer consideráveis conhecimentos de paleografia, o que nem todos os potenciais leitores da documentação, incluindo vários historiadores, possuem”, realçou.

Por isso, “as listas também fornecem indicações sobre a publicação de boas transcrições de muitos dos documentos, o que os torna acessíveis a todos”, adiantou, referindo que existem, para o século XV, cerca de 170 registos de documentação relativa ao monumento.

Fonte: LUSA

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.