>Três “maravilhas” do Distrito nas finalistas

>Governo Civil de Leiria dá apoio ao concurso nacional
Conforme noticiámos na última edição, a par da declaração das novas 7 maravilhas do mundo, que se encontra actualmente em concurso, está também aberta a eleição das 7 maravilhas de Portugal, iniciativa que conta com o apoio do Ministério da Cultura.
Dos 21 candidatos a integrar esta lista, três localizam-se no distrito de Leiria: Mosteiro da Batalha, Mosteiro de Alcobaça e Castelo de Óbidos. “É com grande satisfação que encaramos a integração na lista de finalistas do concurso ‘7 Maravilhas de Portugal’ destes monumentos, que encerram um enorme potencial, tanto mais que os dois primeiros constituem Património da Humanidade, classificado pela UNESCO”, refere o Governo Civil de Leiria em comunicado, adiantando que “efectivamente, a nossa região é caracterizada pela riqueza do património histórico e arquitectónico, com grande potencial de atracção turística”.
Assim, esta entidade está a associar-se à iniciativa, que considera “promotora da riqueza arquitectónica de Portugal”, tendo feito um convite a todos os cidadãos do distrito a “participar de forma activa nesta eleição, votando nos seus monumentos preferidos”, através do sitio na internet www.7maravilhas.pt, até ao dia 7 de Julho de 2007. O conselho especial, claro está, vai para o voto nas três das maravilhas integram o território distrital, para as quais o Governo Civil delineou uma estratégia de promoção junto dos cidadãos e das instituições. Uma das formas de o por é prática é colocar “em toda a correspondência expedida (cartas, faxes, mensagens de correio electrónico) um autocolante com as imagens destes três monumentos, incentivando os cidadãos a apoiarem a eleição dos mesmos”. Na sua página na internet (www.gov-civil-leiria.pt), encontra-se também uma barra com essas imagens, que permite o acesso directo à página da votação.
Além disso, o Governo Civil está a enviar a todos os municípios do distrito, bem como a dezenas de outras instituições regionais e locais, “milhares de autocolantes de promoção dos nossos monumentos, para que possam também circular na correspondência expedida por essas entidades”.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *