181 – Saúde

181 – Saúde

Lesões e envenenamentos

Ana Maria Henriques | Enfermeira

Uma importante causa de morte, que depende inteiramente da nossa actuação, são os acidentes e envenenamentos. A única maneira de evitar este flagelo da nossa sociedade é a prevenção, e múltiplas campanhas chegam até nós. Ninguém pode afirmar que não sabe as medidas de prevenção rodoviária, por exemplo. Já o envenenamento, é menos comum, mas igualmente preocupante, pois pode ser prevenido e a actuação deve ser rápida e esclarecida.
A prevenção rodoviária está bem presente no nosso imaginário, com anúncios televisivos emocionantes e histórias arrepiantes. A única maneira de diminuir a sinistralidade nas nossas estradas é conduzir com segurança, sem distracções, no pleno das suas capacidades e com muito respeito pelo outro. Estes pilares aqui mencionados não são novidade, mas parece que existe sempre algo mais importante (“horários a cumprir”, “um copo não faz mal” ou “mais um pouco e tomo outro café”). Além destas regras para o condutor, é importante relembrar que as crianças precisam de cuidados especiais e que o cinto de segurança é sempre obrigatório, mesmo em autocarros.
Outra fonte de lesões graves são os acidentes de trabalho. Muita legislação foi escrita e muito equipamento foi fornecido, mas sem a adesão dos trabalhadores os acidentes continuam a acontecer. Botas, fatos, luvas, capacete, máscaras e protecções auriculares fazem parte do muito equipamento que pode servir para salvar vidas no trabalho. É da responsabilidade do empregador vigiar o seu uso, mas é responsabilidade do trabalhador usá-lo.
Os envenenamentos podem ser causados por diversos agentes, mas os mais frequentes são os detergentes em casa, medicamentos e os produtos agrícolas. Regras básicas são fundamentais para prevenir estes acontecimentos: nunca guardar estes produtos em locais acessíveis às crianças, estes devem estar sempre acondicionados na embalagem original e bem fechados.
Em caso de acidente, uma rápida actuação pode salvar vidas. O principal é identificar precocemente que existe uma intoxicação e identificar o agente (o frasco). O contacto imediato para o centro de intoxicações e envenenamentos (808250143) direcciona logo a actuação possível, sendo que a primeira actuação é dirigir-se ao serviço de urgência mais próximo com o frasco ou o rótulo do agente causador da intoxicação. Muito importante é não tentar fazer nada até entrar em contacto telefónico com o centro, pois uma actuação em boa fé pode ter consequências terríveis.
Estas duas doenças são de carácter diferente e, mais importante, dependem unicamente da nossa actuação para serem fortemente diminuídas na realidade do nosso país.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.