Entrevista a duas irmãs golpilheirenses: A paixão pelos cavalos

Entrevista a duas irmãs golpilheirenses: A paixão pelos cavalos

Temos acompanhado no facebook algumas imagens de provas de hipismo onde aparecem as duas irmãs Mariana (M) e Patrícia (P) Monteiro, respectivamente, de 14 e 11 anos de idade, naturais da Golpilheira, onde residem no lugar da Cividade. Fomos conversar com elas para conhecermos um pouco melhor a sua opção por esta modalidade desportiva pouco habitual nos nossos jovens.

Como começou o vosso interesse pelo hipismo?
M – Sempre gostei de cavalos. É uma paixão minha, mas apenas comecei a praticar hipismo com 11 anos.
P – Comecei há cerca de um ano. Gostava de ver a minha irmã e depois ganhei simpatia com os cavalos.

Qual a modalidade que praticam?
M e P – Obstáculos, provas de saltos.

Como são os treinos?
M e P – Treinamos na Quinta do Vale do Lena (QVL), na Azoia, três vezes por semana. Cada treinos dura cerca de 2 a 3 horas.

Como foi participar na primeira competição?
M – Nós vamos às competições nacionais de obstáculos (CSN). A minha primeira competição foi em Pegões, em Julho de 2014, a saltar 30 e 50 cm, com o cavalo Jaguar, da QVL.
P – A minha primeira competição foi no CEIA, em Alfeizerão, em Abril de 2016, a saltar 30 cm, com a nossa égua, a Princesa.

Já conquistaram alguns prémios?
M e P – Sim. Normalmente corre tudo bem e frequentemente ficamos classificadas no pódio, entre os três primeiros.

E são muitas competições por ano?
M e P – Fazemos cerca de seis competições por ano (CEIA, Golegã, Coimbra e Pegões…). O ideal seria uma por mês, mas isso ficaria muito dispendioso.

E como é o apoio da família a esta actividade desportiva?
M e P – Os nossos pais apoiam-nos imenso e acompanham-nos sempre. Além de que, como é óbvio, suportam todas as nossas despesas, dos cavalos, das competições, etc.

Quais são as expectativas quanto ao futuro?
M – Os cavalos farão sempre parte da minha vida. Gostaria de conseguir conciliar a actividade desportiva com os estudos, ou profissão futura, mas se não se tornar possível, pelo menos gostaria de tê-los sempre por perto.
P – Para mim, vou praticar esta modalidade até ser possível, mas sempre numa perspectiva desportiva e de divertimento.

Qual é o vosso maior sonho?
M – Ser Cavaleira Olímpica!
P – Ter criação de cavalos!

Manuel Carreira Rito

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.