Catequese da Golpilheira dá prendas de Natal

Catequese da Golpilheira dá prendas de Natal

A Catequese da Comunidade Cristã da Golpilheira está a organizar uma campanha de Natal para oferecer prendas às crianças, adolescentes e jovens acolhidos na Casa de Acolhimento Residencial Dr. Alves, da Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida, uma IPSS de Ourém.

PUB
Ad 13

O pedido de ajuda partiu da própria instituição, que acolhe uma média de 30 crianças e jovens do sexo feminino e masculino, dos 2 aos 21 anos de idade, havendo alguns casos de pessoas de maior idade sem meios de auto-suficiência. “O seu acolhimento tem por base razões de ordem social, sendo a maioria delas provenientes de meios pouco estruturados e carenciados a diversos níveis”, explica a directora técnica, adiantando que “a missão é, essencialmente, oferecer às nossas crianças e jovens um lar acolhedor, afectuoso no qual possam desenvolver o seu potencial máximo”.

Esta IPSS está sob a alçada da Segurança Social e, como “os gastos com a alimentação, a escola e os cuidados de saúde são imensos”, só com a ajuda da comunidade local pode “proporcionar melhores cuidados de higiene, segurança, saúde e bem-estar para um crescimento pleno e harmonioso”.

Uma catequista da Golpilheira recebeu o pedido e apresentou-o a todos os outros, que logo aceitaram o desafio de lançar a campanha para este Natal, tal como tinha acontecido em 2020. Nesse ano, foram entregues às meninas da Casa de S. Miguel, em Fátima, 46 caixotes de roupa, calçado, brinquedos, livros e produtos de higiene, 5 caixotes com 60 presentes individualizados e um caixote de bombons.

Para esta campanha, cada ano da catequese irá “apadrinhar” 3 crianças ou jovens e juntar-se-á tudo o que a comunidade quiser oferecer para “rechear” este cabaz: roupas, roupas interiores, pijamas e calçado (novos ou em estado novo), produtos de higiene (champô, gel de banho, desodorizante, pensos, pasta de dentes…), géneros alimentícios (não perecíveis ou com prazos de validade alargados), jogos e brinquedos (novos)… e tudo o que uma criança ou jovem possa gostar!

A entrega deve ser feita até 15 de Dezembro, nas sessões de catequese, na igreja ou na Junta de Freguesia. O grupo do 6.º ano organizará, depois, a entrega à instituição.

Partilhar/enviar/imprimir esta notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.